Publicidade
Eleições
Prefeitura de Manaus

Artur Neto anuncia candidatura à reeleição para Prefeitura de Manaus na segunda (18)

A informação foi confirmada pelo presidente regional do PSDB, Mário Barros. Segundo ele, o candidato à vice de Artur ainda não foi definido. Dez partidos já apóiam a reeleição 16/07/2016 às 11:26 - Atualizado em 28/07/2016 às 19:04
Show 1095771
Em 2012, Artur Neto foi eleito prefeito de Manaus com 603.483 votos (65,95%) no 2º turno (Evandro Seixas)
Janaína Andrade Manaus (AM)

Um dos principais caciques da política amazonense, o prefeito de Manaus Artur Neto (PSDB) vai anunciar na próxima segunda-feira (18) que é candidato à reeleição para a Prefeitura Municipal de Manaus (PMM). A informação foi dada pelo presidente regional do PSDB, Mário Barros, em entrevista na manhã deste sábado (16) durante reunião com pré-candidatos da sigla tucana, no auditório do Hotel Taj Mahal, av. Getúlio Vargas, Centro de Manaus.

“Esse é o desejo do partido, que ele concorra à reeleição. Combinamos com ele (Artur Neto) e ele estará presente. Provavelmente ele anuncia. Vamos fazer um evento grande com a presença do prefeito, onde vamos pedir dele uma definição. Nós queremos que seja lá. Ele é livre para falar em reeleição, mas eu penso que está na hora. Isso não é para imprensar ninguém na parede, mas vamos pedir isso. O PSDB tem um projeto para a cidade e quer continuá-lo. Sabemos que muito foi feito e dá para fazer ainda mais”, afirmou.

O anúncio da candidatura à reeleição de Artur será feito em evento do PSDB no Jevian Festas e Eventos, na rua Rio Javari, bairro N. S. das Graças, às 18h da segunda-feira. Conforme o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as convenções partidárias para a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações devem ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto.

E buscando mais tempo para negociar o arco de alianças, o PSDB deve deixar para a data limite do calendário eleitoral a realização da convenção partidária. “A nossa convenção está marcada para a data limite, 5 de agosto. Sabemos que o PSDB carrega tradição de bater o martelo nos instantes finais”, disse o presidente da sigla.

Candidato a vice

O PSDB ainda não definiu quem será o braço-direito de Artur Neto na composição da chapa, mesmo faltando 19 dias para o término da convenção partidária. Questionado das chances do presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), deputado Josué Neto (PSD), do mesmo partido do senador Omar Aziz, ser o escolhido, Mário Barros garantiu que “não há nada definido”.

“Não há indício nenhum da indicação de um vice, até o momento. Esse com certeza é um nome forte que surgiu entre as negociações, mas ainda não há nada definido. Pela tradição do PSDB, quando as coisas não estão simples e nem fáceis de definir, batemos o martelo no último dia. Já iniciamos convenções sem saber quem seria o vice. Na nossa história já houve até caso de vice definido e que foram trocados. Não temos definição. Não há nomes e nem especulações. E tudo que for dito será especulação”, concluiu.

Candidatos no interior

O PSDB também quer conquistar 27 prefeituras no interior do Amazonas nas eleições deste ano. Somente um prefeito foi eleito pelo PSDB no Amazonas na eleição de 2012: Artur Neto. A legenda não conquistou nenhuma prefeitura no interior do Estado mesmo tendo lançado sete candidatos. Para vereador, o PSDB lançou 334 candidaturas e obtiveram 35 cadeiras nas Câmaras Municipais.

O presidente regional do PSDB, Mário Barros, afirmou que além do PSD, partido comandado pelo senador Omar Aziz, e do Pros, do governador José Melo, apóiam a candidatura à reeleição de Artur Neto os seguintes partidos: PRP, DEM, PPL, PV, PSL, PHS, Partido Novo e PTB.

Artur venceu em 2012

Em 2012, no primeiro turno da eleição municipal para Prefeitura de Manaus, Artur Virgílio Neto, da coligação “O futuro é agora”, recebeu 40,55% dos votos (385.855) e Vanessa Grazziotin (PCdoB) 19,95% (189.861). Já no segundo turno, os eleitores deram 603.483 votos (65,95%) a Artur e o elegeram como o novo prefeito a substituir Amazonino Mendes.

Artur Neto alcançou a maior votação já recebida por um candidato à Prefeitura de Manaus nos últimos 20 anos. Antes de Artur, o maior percentual obtido por um candidato à Prefeitura de Manaus foi dado a Amazonino Mendes (PDT) nas eleições de 2008.

Em 2012 foi a segunda vez que o tucano foi escolhido para comandar a Prefeitura de Manaus. Durante a campanha de 2012, o diplomata apresentou no resumo do seu plano de governo propostas prioritárias nas áreas de finanças, infraestrutura, trânsito e transporte urbano, saúde, educação, ação social e comunitária, trabalho e emprego, renda, meio ambiente e limpeza pública, esporte, tecnologia e informação, além de segurança, saneamento, entre outros.

Publicidade
Publicidade