Publicidade
Eleições
Debate TV A Crítica

Candidatos chegam à TV A Crítica para o debate do segundo turno

Candidato à reeleição e seu oponente no segundo turno falaram sobre o que eleitor pode esperar do debate, que começa após o Domingo Espetacular 23/10/2016 às 21:42 - Atualizado em 23/10/2016 às 21:43
Show esposas
Artur e Marcelo chegaram à TV acompanhados das esposas e prometeram um debate de alto nível
Janaína Andrade Manaus

Artur Neto (PSDB) e Marcelo Ramos (PR), candidatos à Prefeitura de Manaus, já estão na sede da TV A Crítica, no Aleixo, para o debate do segundo turno das eleições municipais. O programa começa logo após o Domingo Espectacular e será transmitido também pelo portal acritica.com e pelo app A Crítica Play.

Ex-deputado estadual, Marcelo foi o primeiro a chegar à TV, às 21h12, acompanhado do candidato a vice, Josué Neto, e de sua esposa Juliana Maranhão, além de assessores. "Tenho certeza de que conseguiremos manter a serenidade e apontar caminhos para o futuro de nossa cidade", disse o candidato. Ele rechaçou o vale-tudo na campanha e reclamou do nível adotado pelo adversário.

Marcelo disse ainda, que um de seus focos no programa de logo mais serão os eleitores que planejam votar branco ou nulo no próximo domingo. "Vou pedir deles uma reflexão: quem discorda de tudo que está acontecendo na política não pode lavar as mãos. Quem discorda de tudo que está acontecendo (deve) dar uma chance para que as coisas mudem", afirmou.

Artur chegou logo depois, às 21h21, acompanhado da esposa, Elizabeth Valeiko. Ele revelou que não costuma de preparar para os debates pois confia na coerência de seu trabalho: "Meu foco é falar as minhas verdades. Colocarei minhas posições e cumprirei mais esse ritual de campanha". O atual prefeito também condenou o vale-tudo na eleição: "O que vale é ser sério e íntegro e para isso, temos que ter limites". 

O prefeito assegurou que terá fôlego e vitalidade na semana final de campanha para dividir o tempo entre o corpo a corpo com eleitores e a gravação dos últimos programas eleitorais.

Publicidade
Publicidade