Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020
LEVANTAMENTO

Candidatos do AM recebem R$ 17,9 milhões do Fundo Eleitoral

Alfredo Nascimento lidera o valor dos repasses, seguido de Amazonino Mendes (Podemos) e José Ricardo (PT) que dispõe de R$ 1,2 milhão



6612b53e9d18189ea0136edf2dd18730_AAF72101-07A7-4D26-8238-4A4BE6ACDD0D.jpg Foto: Divulgação
21/10/2020 às 18:06

A 25 dias do primeiro turno das eleições municipais 2020, o montante de R$ 529,7 milhões dos Fundos Partidário e Especial de FInanciamento de Campanha (FEFC), conhecido como Fundo Eleitoral já foi distribuído aos candidatos. Do valor total acumulado, 95,7%, equivalente a R$ 507 milhões são de verbas do Fundo Eleitoral.

Do Fundo Partidário, destinado mensalmente aos partidos para o custeamento de despesas, o valor investido na campanha é de R$ 22,7 milhões. Os dados estão disponíveis na plataforma do projeto 72 horas que acompanha a distribuição dos recursos públicos dos fundos durante a corrida eleitoral.



Na divisão do repasse por gênero, as candidaturas masculinas receberam R$ 391 milhões, enquanto as mulheres tiveram acesso a apenas R$ 130,5 milhões. As mulheres, somando todas as cores ou raças, receberam até agora 25,6% dos recurso do FEFC, valor inferior a Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que exige a reserva de 30% do Fundo Eleitoral para campanhas de mulheres.

De R$ 529,7 milhões, 62,3% (R$ 330,2 milhões) foram destinados para candidatos brancos à medida que a soma dos recursos repassados aos candidatos declarados pretos e pardos é 36,9%, representa R$ 195,4 milhões. Indígenas receberam a quantia R$ 1 milhão, sendo R$ 621,2 mil para candidaturas masculinas e R$ 416,9 mil para femininas.

No ranking geral, João Campos (PSB), filho do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, é o candidato que mais recebeu recursos até a tarde desta quarta-feira (21). Ele concorre a prefeitura de Recife e dispõe de orçamento de R$ 7,5 milhões. Seguido pelo prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB), com R$ 7,1 milhões, e o candidato a prefeito de Manaus Alfredo Nascimento com a quantia de R$ 6 milhões doada pela direção nacional do PL.

No Estado

Para o Amazonas foram repassados R$ 18,2 milhões, sendo 98,6% de recursos do Fundo Eleitoral, corresponde a R$ 17,9 milhões, e 1,35% do Partidário, de R$ 252,8 mil. Candidatos do gênero masculino recebem mais do que as candidatas do gênero feminino. Do montante, R$ 16,6 milhões foram destinados para homens, enquanto R$ 1,5 milhão para candidaturas femininas. Do total acumulado no Estado, R$ 15,4 milhões (85%) foram transferidos para candidatos a prefeito e vereador de Manaus.

Prefeituráveis

Na lista de candidaturas com os maiores repasses efetuados no Amazonas, consta seis, dos 11, postulantes ao cargo de prefeito de Manaus. Alfredo Nascimento lidera. Em seguida esta Amazonino Mendes (Podemos), que detém R$ 3,4 milhões, e José Ricardo (PT) que dispõe de R$ 1,2 milhão.

David Almeida (Avante) recebeu R$ 700 mil, Alberto Neto (Republicanos) teve acesso a quantia de R$ 425 mil e Ricardo Nicolau (PSD) ganhou R$ 209 mil da direção estadual do PP, partido do candidato a vice na sua coligação.

A relação também inclui o prefeito de Coari e candidato à reeleição Adail Pinheiro (PP) com doações do PL, PSD e PP no total de R$ 600 mil.

Legislativo

O ex-vice-governador cassado Henrique Oliveira recebeu R$ 200 mil da direção nacional do Pros de verbas do Fundo Eleitoral para financiar a campanha de vereador de Manaus. Na disputa pelas cadeiras da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Thiago Medeiros (PT), filho do presidente municipal do PT Valdemir Santana, soma R$ 96 mil em repasses. Hudson Jorge (PSL) teve acesso a R$ 75 mil. A transferência de R$ 55 mil foi efetivada ao candidatos Jessica Lacerda (PSDB) e Major Fábio Huss (PSL).

SAIBA MAIS

O projeto 72 horas é um serviço prestado aos eleitores como ferramenta de fiscalização cidadã do dinheiro público destinado às campanhas. Na plataforma é possível acompanhar a divisão da verba por gênero, raça e quais candidatos que mais estão recebendo por partido em cada cidade. “Permite descobrir que, dos 33 partidos políticos, mais de um terço, até agora, ainda não repassou 30% ou mais para as candidaturas femininas. Você vai constatar que os cinco candidatos a prefeito, em todo Brasil, que mais receberam recursos do fundo já foram premiados com mais de R$ 20 milhões”, disse Drica Guzzi, co-fundadora.

News larissa 123 1d992ea1 3253 4ef8 b843 c32f62573432
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.