Publicidade
Eleições
'ingratidão'

Líder do governo na ALE, David Almeida critica aliança entre Artur e Rotta

Aliança foi revelada uma semana após Omar Aziz, vice-presidente nacional do PSD, declarar apoio a Artur. Para David Almeida, escolha do atual prefeito é estratégia política baseada em pesquisas 03/08/2016 às 19:26 - Atualizado em 03/08/2016 às 19:31
Show david almeida
Líder do Governo na Assembleia criticou escolha de Artur na manhã desta quarta-feira (Foto: Alberto César Araujo/Aleam)
acrítica.com Manaus (AM)

Líder do Governo na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), o deputado estadual David Almeida (PSD) criticou nesta quarta-feira (3) a aliança de Artur Neto (PSDB) com o deputado federal Marcos Rotta (PMDB). A chapa é formada uma semana após o senador Omar Aziz (PSD) declarar apoio à reeleição de Artur à prefeitura de Manaus. Nos bastidores, esperava-se o anúncio do deputado Josué Neto (PSD) como o possível nome a vice do atual prefeito.

De acordo com o deputado David Almeida, embora o prefeito tenha declarado que Josué Neto fosse o nome mais adequado para compor a chapa, escolheu Rotta por estratégia política. “Será que acham que por um estar em primeiro nas pesquisas e o outro em segundo isso dará chance de vitória? Quem dará resposta é a população”, declarou o parlamentar.

Na opinião do deputado, a resposta é tida como “ingratidão” ao senador Omar Aziz, que rompeu na manhã de hoje a aliança que tinha com Artur por conta da aproximação com o partido do senador Eduardo Braga (PMDB).

“Quanta incoerência, quanta ingratidão. O povo do Amazonas e o povo de Manaus não se rendem a isso. O povo não aceita isso”, disse ele na tribuna da Assembleia.

Rompimento

Na manhã desta quarta-feira (3), o senador Omar Aziz (PSD) anunciou o rompimento da aliança com o prefeito Artur Neto por conta da aproximação do tucano com o senador Eduardo Braga. O anúncio foi feito em entrevista a uma rádio local. Ele ainda afirmou que poderá ser candidato.

Omar se mostrou revoltado com as conversas de bastidores entre Artur e o senador Eduardo Braga (PMDB) e a possível união PSDB-PMDB na eleição para a Prefeitura de Manaus.

“A aliança com Artur está totalmente descartada”, disse, taxativo, o senador Omar Aziz, que desejava ver um nome do PSD como candidato a vice na chapa de Artur Neto.

Ainda de acordo com o vice-presidente nacional do PSD, a sua coerência será mantida.  “Não faço reunião escondida. Eleição não pode valer tudo. Estendi a mão ao prefeito, demonstrei meu amor a Manaus na prática. Reunião às escondidas não faz parte de como eu vejo a política. Consegui dinheiro com muito esforço e não pedi nenhum cargo. Manaus precisa de vigor. Não sou candidato nesse momento, mas quero ajudar Manaus. Não vou decidir nada sozinho. Quero o melhor para a cidade”.

Apoio político

No dia 23 de julho, o PSD, comandado no Amazonas pelo senador Omar Aziz, declarou apoio à reeleição do prefeito Artur Neto, durante reunião partidária realizada no restaurante Toscana, localizado na Rua Herman Lima, Conjunto Aruanã, Estrada da Ponta Negra.

Publicidade
Publicidade