Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
CALMARIA

Movimentação tranquila no início da votação para governador em Manaus

Muitos eleitores chegaram cedo para confirmar o voto para governador do Estado; aposentado chegou uma hora antes das portas abrirem



WhatsApp_Image_2017-08-06_at_08.14.45.jpeg Mais de 2,3 milhões vão às urnas neste domingo (Foto: Antônio Lima)
06/08/2017 às 08:19

A atípica eleição suplementar em Manaus fez muitos eleitores se reunirem cedo na frente das escolas para  dar início ao processo que definirá o novo governador do Estado. As portas abriram às 8h, e a votação se estende até as 17h. Mais de 2,3 milhões de pessoas estão aptas a participar do processo. 

Em um cenário diferente, sem os milhares de santinhos emporcalhando as ruas como é 'tradição' nas eleições regulares, os eleitores, em sua maioria os mais idosos, se reuniram em frente aos locais de votação logo cedo.



Em frente à sede da Secretaria de Estado da Fazenda, no Aleixo, zona centro-sul de Manaus, um grupo de aproximadamente dez pessoas já aguardava a abertura dos portões para registrar o voto. O mesmo cenário era visto também na zona Norte de Manaus. Em frente à escola municipal Vicente Cruz, na Torquato Tapajós, o cenário era o mesmo desde as 7h.

O aposentado Luiz Nunes de Jesus, 76, comentou que chegou com uma hora de antecedência para participar do pleito.  "Cheguei aqui umas 7h, porque acredito que esse momento é muito importante para nós. Preferi chegar cedo. Não sou obrigado a votar por conta da idade, mas gosto de participar de tudo. É o nosso dever", disse.

A dona de casa, Maria da Saúde, 63, afirmou que as eleições suplementares são importantes para que o Amazonas possa sair do momento ruim em que enfrenta. "Cheguei cedo, porque o sol de Manaus é muito forte. Tem umas seis pessoas na minha frente, mas não deixaria de votar. O nosso Estado precisa de uma transformação", comentou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.