Publicidade
Eleições
Conversas às escondidas

Omar rompe aliança com o prefeito Artur Neto e não descarta candidatura

Aproximação de Artur Neto com o senador Eduardo Braga levou Omar Aziz a deixar campanha do tucano 03/08/2016 às 09:22 - Atualizado em 03/08/2016 às 09:35
Show omar
Omar se mostrou revoltado com as conversas de bastidores entre Artur e o senador Eduardo Braga / Foto: Márcio Silva
Rafael Seixas Manaus (AM)

O senador Omar Aziz (PSD) anunciou na manhã desta quarta-feira (3) que rompeu a aliança com o prefeito Artur Neto (PSDB) para sua campanha à reeleição. O anúncio foi feito em entrevista a uma rádio local. Ele ainda afirmou que poderá ser candidato.

Omar se mostrou revoltado com as conversas de bastidores entre Artur e o senador Eduardo Braga (PMDB) e a possível união PSDB-PMDB na eleição para a Prefeitura de Manaus.

“A aliança com Artur está totalmente descartada”, disse, taxativo, o senador Omar Aziz, que desejava ver um nome do PSD como candidato a vice na chapa de Artur Neto.

“Em política é normal conversar, mas eu tirei a prefeitura da UTI...”, reclamou o parlamentar. “Fiz isso para ajudar Manaus, não foi pensando em pessoas. Nesse momento, é impossível eu continuar apoiando o prefeito Artur Neto. Não há mais afinidade com o projeto. Quero o que é melhor para Manaus e vou procurar um novo caminho”, afirmou.

Ainda de acordo com o vice-presidente nacional do PSD, a sua coerência será mantida.  “Não faço reunião escondida. Eleição não pode valer tudo. Estendi a mão ao prefeito, demonstrei meu amor a Manaus na prática. Reunião às escondidas não faz parte de como eu vejo a política. Consegui dinheiro com muito esforço e não pedi nenhum cargo. Manaus precisa de vigor. Não sou candidato nesse momento, mas quero ajudar Manaus. Não vou decidir nada sozinho. Quero o melhor para a cidade”.

Apoio político

No dia 23 de julho, o PSD, comandado no Amazonas pelo senador Omar Aziz, declarou apoio à reeleição do prefeito Artur Neto, durante reunião partidária realizada no restaurante Toscana, localizado na Rua Herman Lima, Conjunto Aruanã, Estrada da Ponta Negra.

Ao lado de Artur e de vereadores e deputados da base, Omar afirmou que “neste momento interessa apoiar quem é o mais preparado”. “É uma grande satisfação estar aqui. E digo isso de cabeça erguida e dizendo que eu apoio o Artur. Eu não tenho inimigos, tenho adversários políticos. Nesse momento a questão não é quem está no palanque do Artur, nesse momento o que importa  é quem está mais preparado. Ninguém cresce só na bonança, é na ‘peia’ que a gente cresce”, disse o senador.

Em seu discurso, Aziz também criticou o ex-governador do Estado e senador Eduardo Braga (PMDB). “É pode falar o que quiser de mim, mas ninguém tem o meu legado. Eu entendo o que o Melo está passando, e ele é bem melhor que o outro. Entendo o que o Artur passou nesses três anos e meio com o governo federal anterior. A interlocução hoje com o Governo Federal é de alto nível. Não é o momento de começarmos do zero. Se mudar, quem sentar naquela cadeira vai começar tudo do zero. Não acreditem em falsos profetas”.

Publicidade
Publicidade