Terça-feira, 18 de Junho de 2019
Debate

Lado a lado, candidatos recebem propostas do Crea-AM sobre mobilidade urbana

De acordo com o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas, Cláudio Guenka, a mobilidade urbana deve ter atenção do próximo gestor de Manaus



0f24929b-2225-4891-8330-76779f8f89a4.jpg Os pré-candidatos presentes firmaram o compromisso de integrar as propostas em seus planos de governo após avaliar a possibilidade de execução (Foto: Divulgação / CREA)
12/08/2016 às 12:10

Propostas para melhoria da mobilidade urbana, engenharia e infraestrutura, agronomia, educação, meio ambiente e saneamento foram apresentadas aos prefeituráveis na manhã desta sexta-feira (12), na sede da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas.

De acordo com o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM), Cláudio Guenka, a mobilidade urbana deve ter atenção do próximo gestor de Manaus. "O tema mobilidade urbana está todo tempo sendo debatido em qualquer fórum da sociedade. Nós percebemos que o próximo prefeito a assumir essa cadeira precisa ter um olhar mais atencioso para essa área", afirmou.

Os pré-candidatos presentes firmaram o compromisso de integrar as propostas em seus planos de governo após avaliar a possibilidade de execução.

O projeto "Propostas do Crea-AM para planos de Governo dos candidatos a Prefeito de Manaus" contém ideias coletadas via online de pessoas de diferentes segmentos, além de ser uma ação pioneira na região Norte.

"Nossa ideia era abandonar as velhas roupas e partir para um novo momento. O Crea tinha que sair da sua estagnação e começar a se inserir no debate eleitoral com propostas construtivas", disse Guenka.

Segundo o presidente do Crea, após as eleições o Conselho abrirá um canal de diálogo com o novo prefeito de Manaus para colocar em prática o caderno de propostas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.