Publicidade
Eleições
gratuidade para votar

SMTU e Sinetram apuram denúncias de paralisação de ônibus

Todos os casos foram verificados e nenhuma situação grave foi identificada pelos fiscais. Uma equipe de 70 fiscais está acompanhando os principais pontos da cidade 30/10/2016 às 15:04
Show 6e4166f1 6461 4aa7 a122 5367c793e144
Explicações foram dadas durante coletiva de imprensa na tarde deste domingo (30). Foto: Isabelle Valois
Isabelle Valois Manaus (AM)

O titular da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Thiago Balbi, durante coletiva na sede do Tribunal Regional do Amazonas (TRE-AM), afirmou o recebimento de denúncias da paralisação de ônibus em alguns pontos da cidade entre o horário de 8h as 10h. Entre esses pontos, Balbi salientou a situação do Terminal de Integração T4, e dos conjuntos Augusto Montenegro e Viver Melhor. Conforme o superintendente, todos os casos foram verificados por fiscais da SMTU, que devem atuar com mais freqüências, principalmente nesses pontos para evitar que até o término do pleito a situação se repita.

No caso do T4, o superintende disse que após receberem a denúncia da possível paralisação da frota no terminal, entrou em contato com um senhor identificado como Bernardo, funcionário do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Amazonas (Sinetram) e logo conseguiram colocar a frota para circular.

“Havia sim uma pequena demanda de passageiros no T4, mas assim que chegamos ao local conseguimos colocar os ônibus para circular. Tivemos outra denúncia que haviam ônibus escondidos próximo ao terminal do Tarumã. Gostaríamos de deixar claro que o terminal do bairro Augusto Montenegro, se localiza nesta região. Operam ali em média de 60 ônibus e na foto que nos foi passada tinha em torno de 25 veículos parados. Um fiscal foi encaminhado ao local e logo em seguida recebemos outra foto no qual só tinham seis ônibus parados”, contou Balbi.

O diretor reforçou que durante as 10h ocorre o período de intervalo dos rodoviários, como meio de cumprimento da legislação trabalhista. Conforme o superintendente, um total de 1,3 mil ônibus estão atuando neste segundo turno das eleições municipais em Manaus. Uma equipe de 70 fiscais está acompanhando os principais pontos da cidade.

Durante a coletiva, o diretor operacional do Sinetram, Azarias Carvalho, disse que desse universo de 1,3 mil ônibus que estão circulando neste domingo, 400 são turno único, no caso tem só um motorista. “Então, nos dias úteis utilizamos esses carros nos turnos da manhã e a tarde, o mesmo ocorre neste dia de eleição”, comentou.

Sobre a situação das denúncias das paralisações dos veículos, Carvalho reforçou que muitos motoristas entram no horário de intervalo “almoço”, que isso passa relacionar com a situação.

Após as explicações tanto da SMTU como também do Sinetram, o diretor geral do TRE-AM, Messias Andrade, se pronunciou e informou que não buscar trazer qualquer conflito com os órgãos parceiros deste pleito. “Vamos apurar o ocorrido, entrar em contato com as empresas e informar da situação. Vamos pedir que isso não ocorra nos próximos pleitos. A nossa idéia é deixar um legado que fizemos nesse pleito para que nos próximos sejam seguidos”, disse.

Publicidade
Publicidade