Domingo, 22 de Setembro de 2019
ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

TRE-AM rejeita embargos de declaração da candidata ao Governo, Liliane Araújo

A candidata ao governo do Amazonas tem 72 horas para recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral



sdfljhslkdfsdf.JPG (Foto: Euzivaldo Queiroz)
19/07/2017 às 12:35

Por unanimidade, a corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) decidiu rejeitar os embargos de declaração da candidata Liliane Araujo, que teve o registro de candidatura indeferido na semana passada. A candidata tem 72 horas para recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o relator do processo, Abraham Peixoto, foram anexados aos embargos documentos como passagem aérea, ata de reunião do PPS e espelho do Filiaweb.

No entendimento da corte, os documentos continuam sendo unilaterais, ou seja, não produzem fé pública . "Mesmo que haja uma ata com varias pessoas subscrevendo não retiram pessoas que são filiadas ou simpatizantes do pps, que se interessariam na candidatura de Liliane", destacou.

O voto foi em acordo com o Ministério Público Eleitoral. "Os documentos não servem como prova. O próprio documento da ata reflete que não é hábil, porque diz que os participantes pretendiam se filiar ou refiliar à sigla", afirmou o procurado regional eleitoral Victor Riccely.

 

A candidata Liliane Araújo (PPS) disse que recorrerá ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para garantir a participação nas eleições suplementares marcadas para o dia 6 de agosto. Ontem, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) rejeitou o recurso conta a decisão que indeferiu o registro de candidatura 

Mais julgamentos

Ainda faltam ser julgados os registros de candidatura de Wilker Barreto (PHS), Jardel Deltrudes (PPL), Amazonino Mendes  (PDT), Rebecca Garcia (PP) e Eduardo Braga, que devem ser feitos amanhã, segundo o presidente do TRE, Yedo Simões.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.