Publicidade
Eleições
Amazonas

TRE apreende mais de R$ 200 mil e registra 18 denúncias por crime eleitoral no AM

Foram dez casos suspeitos de boca de urna na capital e mais oito ocorrências no interior do Estado 02/10/2016 às 14:36
Show 2b6d9406 090f 47d7 ba3e 1107d0515a7b
Sobre a ordem pública, não há grandes ocorrências, informaram as autoridades (Foto: Geraldo Farias)
Geraldo Farias Manaus (AM)

A equipe de segurança para as eleições municipais apresentou na manhã de hoje, em coletiva na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), informações de 18 denúncias registradas em Manaus e no interior do Estado. Municípios receberam reforços de segurança da Polícia Militar e Exército para prevenção da ordem durante as eleições.

O delegado geral da Polícia Civil, Francisco Sobrinho, confirmou que ocorreram dez casos de boca de urna na capital. Os crimes foram cometidos próximos aos locais de votação. Os acusados foram encaminhados para o juizado eleitoral, onde ficarão detidos no auditório da Universidade Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras.

O procurador eleitoral, Victor Riccely, afirmou que até as 10h30 foram registrados oito ocorrências no interior com indícios de compra de votos e transporte irregular de eleitores. “É importante ressaltar que esses casos são indícios de corrupção eleitoral e não casos concretos. Os valores foram apreendidos para prevenção do pleito. Nós temos diversas informações de denúncias em todo da Polícia Federal, mas que ainda estamos confirmando”, explicou Riccely.  Um novo balanço de segurança será apresentado as 16h30.

Sobre a ordem pública, os coordenadores da segurança no Estado informaram que não há grandes ocorrências que levasse a um complemento das tropas nos municípios. O comandante Geral da Policia Militar, coronel Augusto Sérgio Farias, disse que pela manhã alguns municípios foram reforçados.

“Agora de manhã foram enviadas algumas tropas para São Sebastião do Uatumã e Anamã. Nós temos 300 tropas de reserva no CPE. Para Anamã foi enviado reforço do Choque de 13 homens. Também enviamos 10 para Rio Preto da Eva. Todos esses reforços foram enviados por precaução”, informou o comandante.

Publicidade
Publicidade