Publicidade
Eleições
ERA DAS REDES

Três eleitores são presos em Manaus após tirar 'selfie' na hora do voto

Até agora, foram registrados 23 crimes eleitorais de baixo potencial ofensivo, como casos de boca de urna, venda de bebidas alcoólicas, além das 'selfies' na urna. Todos os presos foram ouvidos durante a tarde e liberados após a assinatura de um TCO 02/10/2016 às 17:06
Show fotourna4
Eleição de 2014 foi a 'precursora' da nova modalidade de crime eleitoral de baixo potencial ofensivo. Foto: reprodução
Kelly Melo Manaus (AM)

O Juizado de Crimes Eleitorais registrou três casos de eleitores que registraram o momento do voto nas urnas eletrônicas, neste domingo (2). Os três foram obrigados a apagar as "selfies" após passarem pelas audiências, no anexo do Tribunal Regional Eleitoral  (TRE), na Universidade Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras. 

De acordo com a juíza Naira Norte, o juizado registrou ao todo 23 ocorrências de Crimes Eleitorais eleitorais de baixo potencial ofensivo, como casos de boca de urna, venda de bebidas alcoólicas, além das selfies na urna. 

No caso das selfies, os suspeitos foram flagrados cometendo o crime em escolas localizadas  nos bairros São José, na Zona Leste, Amazonino Mendes, na Zona Norte, e São Jorge, na Zona Centro-Oeste. 

Todos foram ouvidos durante a tarde e liberados, após terem assinado um Termo Circunstanicado de Ocorrência (TCO).

Publicidade
Publicidade