Publicidade
Eleições
experiência e juventude

Yann é confirmado como vice de José Ricardo na disputa pela Prefeitura de Manaus

Líder estudantil do PCdoB vai disputar a prefeitura na chapa encabeçada pelo deputado petista. Escolha repete a fórmula juventude + experiência. Convenção dos dois partidos será no sábado (30) 29/07/2016 às 14:31 - Atualizado em 29/07/2016 às 14:39
Show ae82c2ae c419 441d 8df4 c0422fe91603
No sábado, PT e PCdoB fazem suas convenções, juntos, no Clube Municipal
Janaína Andrade Manaus (AM)

O deputado estadual José Ricardo (PT) confirmou nesta tarde que irá encabeçar a chapa PT-PCdoB na disputa pela Prefeitura de Manaus. Ao seu lado, no posto de vice, estará o líder estudantil, Yann Evanovick, indicado pelo partido comunista.

A parceria entre petistas e comunistas deu sinais de que poderia não ocorrer porque principais nomes de cada legenda – José Ricardo e Eron Bezerra, respectivamente, não abriam mão do protagonismo.

A indefinição foi resolvida após reunião com os dirigentes municipais e estaduais da sigla, agora à tarde, no escritório da senadora Vanessa Grazziotin, localizado no bairro Hiléia.

“Estou muito feliz com essa aliança com o PCdoB e com essa indicação de um jovem, que é o Yann Evanovick para o cargo de vice. Ele é alguém que está há muito tempo encampando a bandeira dos estudantes, que é um grande anseio da sociedade”, disse.

De acordo com o pré-candidato, já havia entendimento quanto a aliança entre os dois partidos. “O PCdoB  ainda estava nesse diálogo para talvez ser o cabeça da chapa, mas nós já tínhamos afirmado que o PT tinha tomado uma decisão e o caminho seria chegar a esse acordo de hoje. Ontem o Eron (Bezerra) retirou o nome dele e fizeram uma discussão para apontar um nome, que neste caso foi o do Yann”, contou.

José Ricardo declarou ainda que “a indicação que o PCdoB fizesse, seria acatada”. “Porque foi um acordo político, mas pessoalmente, estou feliz com a indicação, pois o PCdoB possui militância, é próximo aos movimentos sociais, o nome que viesse teria respaldo. E no caso do Yann, ele representa isso”, observou.

Yann Evanovick foi testado nas urnas na eleição de 2012 (vereador) e 2014 (deputado estadual), mas não conseguiu ser eleito. Para ele, o fato de já ter concorrido e não ter conquistado mandato, não o prejudica na disputada pela prefeitura.

“Pelo contrário. Eleitoralmente sempre fui ascendente. Tive mais votos que o Hissa para vereador, o problema foi a coligação que eu estive. A nossa candidatura empolga bem mais a juventude e a nossa militância por entender que é preciso construir novos caminhos. E nesta eleição a militância terá peso dez”.

O pré-candidato a vice ressaltou que o entendimento do partido é de unir todo campo popular da base da presidenta Dilma e do ex-presidente Lula, para chegar ao segundo turno na eleição municipal.

“A gente sabe que é uma eleição complexa, mas que temos grandes chances se estivermos unificados. Isso porque, todas as candidaturas anunciadas até aqui disputam a mesma base social e política. O Eron ontem declinou, a partir de uma perspectiva pessoal e o partido me indicou. A minha candidatura surge para representar a juventude e os movimentos sociais. É basicamente isso. O PT e o PCdoB dirigem quase que 90% dos movimentos sociais no Amazonas. Nós representamos essa pluralidade dos movimentos”, concluiu.

As duas siglas realizam no sábado de manhã a convenção partidária, às 9h, no Clube Municipal, localizado na avenida Torquato Tapajós, 361, bairro da Paz.

Publicidade
Publicidade