Publicidade
Enem
NOTAS

Ensino Superior: conheça as universidades estrangeiras que aceitam a nota do Enem

Portugal e Reino Unido possuem instituições de ensino que permitem que o Exame Nacional do Ensino Médio seja utilizado na inscrição 28/08/2018 às 18:10 - Atualizado em 29/08/2018 às 09:20
Show universidade bf473ad5 bc86 4ee5 9f52 a78b8637d3d1
Foto: Reprodução/Internet
acritica.com Manaus (AM)

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) possibilita o acesso de jovens a diversas instituições de ensino da rede pública e privada do Brasil, podendo ser considerado o principal meio de entrada para o ensino superior. O que muitos não sabem, é que há pouco tempo, o exame também se tornou uma forma de conseguir vagas em universidades no exterior.

Diversas instituições de ensino em Portugal e Reino Unido estão utilizando o ENEM para selecionar novos alunos e até inseri-los em programas de bolsa. Confira algumas opções selecionadas pelo Estudar Fora, pilar da Fundação Estudar que busca democratizar o estudo no exterior para que o jovem brasileiro tenha acesso a uma formação de excelência e possa, no futuro, colocar em prática, gerando mais resultado e impacto ao seu redor:

Instituto Politécnico de Leiria

Esta instituição de educação pública da cidade de Leiria possui diversos campi na região central de Portugal. Juntos, somam cerca de 10 mil estudantes em cursos de graduação e pós-graduação. Além de utilizar a nota do ENEM para aceitar alunos, estudantes brasileiros podem ganhar até 50 % de desconto por meio de bolsas de mérito, cooperação para o desenvolvimento e de tecnologia. O instituto também tem uma página focada em estudantes brasileiros com informações que vão do processo de candidatura às vagas até custos.

Universidade de Coimbra

A faculdade mais antiga de Portugal, fundada em 1290, já teve como alunos Eça de Queirós, Luís de Camões e Gregório de Matos. Reconhecida mundialmente pelo ensino de Direito, a Universidade de Coimbra, que é paga, foi a primeira instituição de ensino estrangeira a aderir ao exame do Ministério da Educação (MEC).

Para entrar no ensino superior português, em um curso de graduação, os estudantes têm que fazer uma prova para testar um conjunto de conhecimentos que são avaliados por exames nacionais. Desde 2014, a UC aceita as notas do ENEM que têm pesos diferentes para cada curso, como pode ser consultado na tabela de ponderação.

A nota mínima de candidatura para cada curso de graduação na UC é de 120 na escala portuguesa de 0-200, o que equivale a 600 na escala do ENEM. Para verificar se sua nota do ENEM atende aos requisitos mínimos para se candidatar a uma vaga, consulte a calculadora de conversão.

Universidade de Lisboa

A maior universidade de Portugal e uma das maiores da Europa, considerada uma das 200 melhores instituições de ensino do mundo pelo Academic Ranking of World Universities 2018, a Universidade de Lisboa também aceita o ENEM como forma de ingresso.

Vale ressaltar que assim como na Universidade de Coimbra, as notas de corte variam de acordo com o curso escolhido e há que fazer a conversão dos pontos para equivaler a escala portuguesa.

Universidade de Oxford

A universidade de Oxford, assim como outras do Reino Unido, como Kingston e Bristol, considera a nota do ENEM para o ingresso em um curso de graduação, mas elas também podem pedir a realização do vestibular local. Nessas instituições, a nota é avaliada e somada a outros tópicos, como fluência no idioma, desempenho no ensino médio e atividades extracurriculares.

Sobre a Fundação Estudar

A Fundação Estudar é uma organização sem fins lucrativos que acredita que o Brasil será um país melhor se tivermos mais jovens determinados a seguir uma trajetória de impacto. Criada em 1991, a instituição tem como objetivo disseminar uma cultura de excelência e alavancar os estudos e a carreira de universitários e recém-formados por meio da formação de uma comunidade de líderes, do estímulo à experiência acadêmica no exterior e do apoio à tomada de decisão de carreira. Mais informações: www.estudar.org.br.

Sobre o Estudar Fora

O Estudar Fora teve início em 2012 com a orientação de jovens de ensino médio interessados em cursar a graduação no exterior. No ano seguinte, ampliou esse impacto por meio de um portal de conteúdo que hoje é a maior fonte de informação para brasileiros que desejam estudar no exterior.

No EstudarFora.org, é possível encontrar detalhes sobre como se preparar, informações sobre bolsas de estudos e histórias inspiradoras de quem chegou lá. Além disso, a iniciativa engloba o Prep. Estudar Fora que oferece apoio individualizado e gratuito para jovens com excelência acadêmica que anseiam estudar em outros países.

Publicidade
Publicidade