Publicidade
Entretenimento
Vida

5º Festival Amazonas de Dança segue para Novo Airão

A Secretaria de Estado da Cultura (SEC) ao longo deste ano está interiorizando seus festivais de grande porte 02/09/2013 às 10:17
Show 1
O Balé Folclórico do Amazonas apresentou três coreografias
Loyana Camelo ---

A noite de estréia do 5º Festival Amazonas de Dança (FAD), no último sábado (31) pode ter sido no majestoso Teatro Amazonas, no entanto as atenções estavam voltadas para a maior novidade da edição de 2013: a interiorização do evento. A política vem sendo adotada pela Secretaria de Estado da Cultura (SEC) ao longo deste ano em seus festivais de grande porte, e durante a abertura ficou evidente a aceitação da iniciativa por parte dos artistas envolvidos.

O presidente da Associação dos Profissionais de Dança do Amazonas (Aprodam), Augusto (Guto) Domingos, subiu ao palco antes da apresentação dos grupos para frisar a importância da inclusão da programação em Novo Airão (a 180 quilômetros da capital).

“Tudo que é novo causa polêmica, mas é necessário. Trilhar o mesmo caminho é fácil, trilhar novos caminhos é um desafio que só os corajosos são capazes de enfrentar. É com esse espírito que a APRODAM abraça a interiorização do Festival de Dança”, disse.

Estrelas da noite

O FAD de fato teve início com a coreografia “Mistura de Ritmos” do Grupo de Dança da Melhor Idade do Liceu de Artes e Ofício Claudio Santoro, o qual trouxe senhoras bem ativas dançando músicas no estilo Shakira e Jennifer Lopez. Em seguida, a Cia. Experimental de Dança Waldete Brito, de Belém (PA), apresentou “(Des) vestidos”, no qual as dançarinas protagonizam movimentos que brincam com as roupas, em uma interpretação do poema de Carlos Drummond de Andrade, o “Caso do Vestido”.

Na sequência, o Balé Folclórico do Amazonas deu o tom regional com “Missa Cabocla” / “Arraial” / “Amazônia”. Por fim, o Corpo de Dança do Amazonas (CDA) encerrou a noite com “Milongas”, inspirado no tango. Agora, rumo ao interior, o FAD literalmente abraça o signo de festival do Amazonas por inteiro.

Saiba +

A 5ª edição do FAD segue durante os dias 4 a 7 de setembro em Novo Airão. Lá serão apresentados espetáculos, oficinas e convivências. A programação completa está na página da SEC no Facebook (facebook.com/culturadoamazonas).


Cláudio Santoro em Parintins

O titular da Secretaria de Estado da Cultura (SEC), Robério Braga, comprometeu-se a perpetuar a postura de levar os festivais para o interior de uma maneira mais frequente e intensa. Também falou sobre as iniciativas voltadas para a valorização da cultura nos municípios amazonenses. Uma das políticas lembradas foi a criação da filial do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro em Parintins, a inaugurar na segunda quinzena de setembro.

“Já estamos fazendo estudos para fazer o mesmo em Itacoatiara, em seguida Tabatinga ou Benjamin Constant, depende das condições de cada cidade de abrigar essas unidades pedagógicas. Essa é uma forma que nós encontramos de consolidar as ações pontuais que vêm sendo realizadas há 17 anos no interior. Não estamos indo para o interior agora: estamos indo de uma maneira diferente, mais agressiva, com uma proposta que tende a se tornar mais duradoura e permanente”.

Publicidade
Publicidade