Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
publicidade
joana_ABC26704-7A78-47FC-835A-8FBE59A7992B.JPG
publicidade
publicidade

CULTURA

8ª edição do Música na Estrada terá diva da MPB e espetáculos de dança em Manaus

Festival volta à capital amazonense este mês com apresentações gratuitas e programação de oficinas artísticas. Celebrando 40 anos de carreira, cantora Joanna vai se apresentar no Teatro Amazonas


08/03/2019 às 19:37

Show de turnê de uma das divas da MPB, espetáculos de dança e música clássica, com solistas nacionais convidados, farão parte da 8ª edição do Festival Música na Estrada, que volta a Manaus entre os dias 21 e 24 de março. Além das apresentações artísticas gratuitas que serão realizadas no Teatro Amazonas, o Festival promoverá masterclasses, workshop e intercâmbio cultural com os Corpos Artísticos do Estado do Amazonas e público em geral.

Apresentado pela Caixa Seguradora, o Festival Música na Estrada 8ª edição é uma realização do Governo Federal, por meio do Ministério da Cidadania através da Lei Rouanet, da Kommitment Produções Artísticas e, em Manaus, conta com a parceria da Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas (SEC).

Abrindo a programação cultural no Teatro Amazonas, no dia 22 de março (sexta-feira), às 20h,  a cantora Joanna celebra 40 anos de carreira com o show da turnê "De Volta ao Começo", que simbolizou a volta da diva da MPB aos palcos. 

Em uma performance contagiante, a cantora trafega pela memória musical que a consagrou na América Latina e Europa, com sucessos como Espelho, Descaminhos, Vertigem, Mensagem para Você, além de um roteiro que homenageia grandes nomes como Milton Nascimento, Chico Buarque, Cazuza, Gonzaguinha, entre outros.

Com um estilo único, o show de Joanna tem como marca a alegria e a versatilidade da cantora para transitar por diversos gêneros musicais.

Uma noite de Dança

Dando continuidade às apresentações artísticas do Festival, no dia 23 de março (sábado), às 20h, o Corpo de Dança do Amazonas (CDA) se une à Cisne Negro Cia. de Dança,  de São Paulo, para apresentar dois espetáculos ao público manauara: "Mata" e "Sra. Margareth".

Em "Mata", de Clébio Oliveira, o CDA apresenta um espetáculo de dança contemporânea com características fortes, mas, ao mesmo tempo, sensível e poético. De acordo com o coreógrafo, a apresentação é uma reflexão a respeito do sentimento de pertencimento social, que teve como ponto de partida a ideia de ser indígena e o sentimento de ser estrangeiro em seu próprio país.

Em seguida, é a vez do espetáculo "Sra. Margareth", com excertos de “Monger”, uma adaptação do premiado coreógrafo israelense Barak Marshall para a Cisne Negro Cia. de Dança. “Monger” é um trabalho de dança-teatro para 10 bailarinos e conta a história de um grupo de funcionários preso no porão da casa de uma patroa abusiva. Na trilha musical da obra, Barak combina elementos da música cigana e do sudeste europeu, passando pela música clássica e rock.

Considerada umas melhores companhias contemporâneas no país, a Cisne Negro é sucesso de crítica e já foi assistida por cerca de 2,5 milhões de pessoas em 17 países.

Música clássica

No último dia de apresentações artísticas, no dia 24 de março (domingo), às 11h, o público infantil também poderá prestigiar o Festival, com a Sinfonia dos Brinquedos e o Carnaval dos Animais.

Neste concerto com a Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA) e participação do Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas, as crianças poderão conferir as obras “Sinfonia dos Brinquedos (ca.1760)”, de Edmund Angerer; “O Carnaval dos Animais, grande fantasia zoológica (1886)”, de Camille Saint-Saëns; além da coreografia de Adriana Góes, realizada pelos bailarinos do Balé Experimental. A regência será do maestro Marcelo de Jesus, diretor dos Corpos Artísticos da SEC e regente titular da OCA.

publicidade

Finalizando a programação artística no dia 24 de março, às 19h, a Amazonas Filarmônica, o Coral do Amazonas e o Coral Infantil do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro apresentam a cantata cênica "Carmina Burana" (1936), do compositor alemão Carl Orff  (1895-1982). A apresentação terá regência do maestro Luiz Fernando Malheiro, diretor artístico e regente titular da Filarmônica e considerado um dos principais especialistas em ópera no Brasil.

A obra é baseada na coletânea de escritos medievais homônima, que reúne textos sobre amor, sorte e azar, a primavera e bebidas. Sucesso de público até os dias atuais “Carmina Burana” foi um marco na carreira de Carl Orff e, após sua estreia, influenciou grande parte das composições do autor.

O evento ainda terá a participação especial de solistas convidados, como a soprano ítalo-brasileira Camila Titinger, que tem tido grande destaque na Europa;  o tenor gaúcho Flávio Leite, um dos mais atuantes e versáteis cantores líricos brasileiros; e o premiado barítono carioca Inacio de Nonno.

Oficinas

Assim como nas edições anteriores, a 8ª edição do Festival Música na Estrada também promoverá uma programação com foco na formação, por meio de masterclasses e oficinas gratuitas. Entre os dias 21 e 23 de março, no Centro Cultural Palácio da Justiça e Teatro da Instalação, os artistas convidados a Manaus compartilharão suas experiências com o público manauara.

Nos dias 21, 22 e 23 de março, Flavio Leite, Inacio de Nonno e Camila Tittinger realizarão masterclasses no Palácio da Justiça, das 14h às 17h. Já o Teatro da Instalação terá workshop criativo de Linguagem Contemporânea, em um encontro entre a Cisne Negro Cia. de Dança, Corpo de Dança do Amazonas e público em geral, às 16h.

Interessados em participar da masterclasses e workshop podem realizar inscrição gratuita por meio do site do Festival, na guia Inscrições.

Intercâmbio

Um dos objetivos do Festival Música na Estrada é promover o intercâmbio artístico entre as diferentes regiões do país. Em novembro de 2018, no início da programação da 8ª edição, músicos da Orquestra de Violões do Amazonas (Ovam) e Amazonas Filarmônica estiveram em Belém (PA) e Boa Vista (RR) para realizar apresentações e oficinas de violão, violino, de cordas e sopro.

Festival

Desde 2011, o Festival Música na Estrada promove acessibilidade, formação de plateia e aprimoramento musical por meio do intercâmbio e da valorização de conteúdos artísticos de várias regiões do País.

Considerado um dos projetos mais relevantes no Norte do Brasil e já incorporado ao calendário de muitas cidades, a 8ª edição do Festival ocorre no período de novembro de 2018 a maio de 2019 nas cidades de Boa Vista, Belém, Manaus, Brasília e Porto Velho.

Confira a programação completa e outras informações sobre o Música na Estrada por meio do sitena página do Facebook ou no perfil do Festival no Instagram.

publicidade
publicidade
Amazonas está há dois dias sem registrar casos de gripe H1N1
Preço da gasolina cai em Manaus após instalação da CPI dos Combustíveis
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.