Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020
DIA DOS NAMORADOS

‘Adeus Rotina’: gaúchos criam clube de assinatura mensal de produtos eróticos

Empresários Maicon e Daiane incentivam casais a sair do 'piloto automático', com novas experiências



ADEUS_ROTINA.jpg Juntos há dez anos, empresários testam produtos e apostam na variedade para surpreender clientes (Foto: Leonardo Rosa/Divulgação)
11/06/2017 às 05:00

Sensação térmica: congelante. Previsão meteorológica: chuvas fortes. Com um clima desses, difícil ter ânimo para sair de debaixo das cobertas, quem dirá de casa. Mas foi nesse frio atípico de maio que Maicon Ribeiro Esteves, 33, e Daiane Malgarin, 26, se conheceram em Portão (RS), há dez anos. Eles são os criadores do “Adeus Rotina”, que envia boxes mensalmente para apimentar a relação dos casais.

“Na primeira vez que nos vimos, Maicon me cumprimentou e foi embora. Não dei bola. Um tempo depois, voltou e me fiz de difícil (risos). Conversa vai, vem e ‘ficamos’. Na hora de ir embora, pediu meu telefone. Capaz que ia dar meu telefone para um cara que mal conhecia! Perguntei se tinha Orkut e falei para entrar na página do meu colégio. Jurei que ele não iria me procurar, mas nos dias seguintes, quem estava lá solicitando amizade?”, lembra aos risos.



Como no dia em que se conheceram, os gaúchos enfrentaram uma verdadeira aventura no aniversário de namoro. De acordo com o profissional de marketing, esse momento foi crucial para o relacionamento. E, em 8 de dezembro de 2012, casaram somente no religioso — acham o civil “mera formalidade”. Dois anos depois, tiveram um “filho”: o primeiro clube de assinatura de produtos eróticos do Brasil.

“Estávamos comemorando 4 anos da namoro. Reservei uma cabana em Cambará do Sul, a uns 200 quilômetros de onde moramos. Tínhamos apenas uma moto. Choveu no caminho e o fim de semana inteiro. Fazia 3ºC (com sensação térmica de -2ºC). Acredito que muitas mulheres teriam ficado furiosas, mas Daiane não. Ríamos com a situação. Foi este companheirismo (literalmente, não tem tempo ruim) que me fez decidir pedi-la em noivado”, revela Esteves.

Apimentando a relação

Segundo ele, a ideia de criar a empresa surgiu após ler matéria sobre um serviço de assinatura para casais nos Estados Unidos. Entretanto, ao escrever o texto, o repórter deu uma “pegada erótica”, diferente da proposta norte-americana. Diante da repercussão, conversou com Daiane e, juntos pesquisaram a aceitação do público, apresentaram o projeto aos fornecedores de sex shops e fizeram parceria com uma sexóloga.

“Com os problemas de uma vida em comum (contas, tarefas domésticas e trabalho), nosso relacionamento esfriou. Sabíamos que o motivo era a rotina e nos permitimos inserir novas experiências. É muito comum conhecer casais que vivem no piloto automático e acabam se separando, dentre outras situações. Isso nos incomodava muito, tanto, que norteou o propósito do ‘Adeus Rotina’ desde o início”, enfatiza.

Sexo e amor

Para o casal de empresários, os motivos pelos quais as pessoas se apaixonam não se resumem às características físicas ou sexo. Entretanto, manter uma vida sexual saudável, investindo em outros pontos do relacionamento a dois — como comunicação, cumplicidade e companheirismo — podem fazer a diferença. Por isso, além de produtos eróticos, o Box contém uma revista. E eles não apenas escolhem os itens, mas experimentam para ter certeza que os clientes irão aprovar.

“A gente se apaixona muitas vezes pelas coisas que mais admiramos. No meu caso, foi a força de vontade do Maicon, o acreditar e lutar sempre pelos seus sonhos”, enfatiza Daiane. “O que eu admiro nela é saber que, mesmo quando as coisas estão difíceis, podemos contar um com o outro. Com base no nosso relacionamento, sempre tivemos a visão de não apenas entregar uma caixinha de produtos, mas uma chance de impactar positivamente o relacionamento, não apenas na questão íntima”, diz o marido.

Opções para todos

O clube de assinatura “Adeus Rotina” oferece uma caixa com produtos eróticos, dicas para o dia a dia do casal, descontos em viagens e restaurantes, além de oferecer dinâmicas baseadas nos conceito da Psicologia Positiva. A cada mês, um tema diferente é oferecido — como “Cinquenta Tons de Cinza”, striptease, fetiches, sexo tântrico, entre outros. Com planos a partir de R$ 79,69, tem boxes para casais heterossexuais e homossexuais, apresentando uma roupagem diferente no site para cada opção sexual. Cerca de 15 mil casais de diferentes partes do Brasil já assinaram o serviço para apimentar a relação a dois. A maior parte dos assinantes é formada por mulheres.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.