Publicidade
Entretenimento
Vida

Alimentos termogênicos são aliados do corpo

Em um país em que 17% da população está obesa, segundo pesquisa do Ministério da Saúde, os alimentos termogênicos são uma ferramenta eficiente na erradicação desse quadro, mas nunca uma solução 09/11/2013 às 19:40
Show 1
A pimenta contém capsaicina, que diminui o tecido adiposo.
ROSIEL MENDONÇA Manaus (AM)

Sem receitas de outro mundo que prometem milagres da noite para o dia, o corpo pode facilmente trabalhar a nosso favor. Uma das muitas reações que acontecem silenciosamente no organismo, a termogênese pode ser uma grande aliada para quem busca manter a silhueta em forma. O nome parece complicado, mas o princípio é simples. Quem explica como tudo acontece é a nutricionista do Hapvida, Mariana Andrade.

Segundo ela, estamos sempre gastando energia por meio do funcionamento dos órgãos, das atividades físicas e da ingestão de alimentos que demandam maior gasto energético para serem digeridos, desencadeando um processo de produção de calor, ou termogênese.

Isso acontece porque o metabolismo se acelera para manter a temperatura ideal do corpo, esforço que acaba sendo descontado em queima de gordura. “É assim que o consumo de alimentos termogênicos ajuda a aumentar a produção de calor no corpo, fazendo com que o organismo gaste mais energia do que o habitual, estimulando o emagrecimento”, afirma Mariana.

Ao alcance de todos

De acordo com a especialista do programa de educação nutricional Viva Melhor, da Risa Restaurantes Empresariais (PR), Danielle Nascimento, estão na categoria dos termogênicos as pimentas ardidas, a mangarataia, chá verde, chá mate, café, pimenta do reino, mostarda, salmão, soja, suco de uva, guaraná e bebidas energéticas. “A inclusão de qualquer um dos alimentos acima pode chegar a reduzir no mínimo de 2 a 4 centímetros de circunferência abdominal em 30 dias”, completa.

Ela acrescenta que essas medidas são estimadas, já que cada metabolismo responde de forma diferente. “O ideal é que cada pessoa procure acompanhamento nutricional para uma melhor indicação. Vale lembrar que não basta apenas consumir moderadamente os alimentos termogênicos quando se objetiva peso corporal saudável”.

Segundo Danielle, exercícios físicos, alimentação balanceada, água e repouso adequado são fundamentais e devem ser colocados em prática regularmente, pois seus efeitos sobre o peso e a saúde são comprovados cientificamente.

Combate à obesidade

Em um país em que 17% da população está obesa, segundo pesquisa do Ministério da Saúde, os alimentos termogênicos são uma ferramenta eficiente na erradicação desse quadro, mas nunca uma solução.

“É preciso lembrar que os alimentos atuam em conjunto, alguns aumentando a termogênese, outros eliminando toxinas, reduzindo a inflamação e fazendo as células utilizarem gordura de forma eficiente. Todos esses aspectos e muitos outros precisam ser considerados no tratamento da obesidade para a realização de um plano alimentar equilibrado”, conclui Mariana Andrade.

Na forma de cápsulas

Com um formato mais prático, porém menos natural, os suplementos termogênicos à base de cafeína e taurina são verdadeiras febres nas academias. Ingeridas duas vezes ao dia, pela manhã e logo após o almoço, as cápsulas também ajudam a acelerar o metabolismo, mas devem estar associados a uma dieta e exercícios, alerta o personal trainer Cleves Santana, com 10 anos de carreira.

“É preciso lembrar que os alimentos atuam em conjunto, alguns aumentando a termogênese, outros eliminando toxinas, reduzindo a inflamação e fazendo as células utilizarem gordura de forma eficiente. Todos esses aspectos e muitos outros precisam ser considerados no tratamento da obesidade para a realização de um plano alimentar equilibrado”, conclui Mariana Andrade.

Publicidade
Publicidade