Publicidade
Entretenimento
RESTRIÇÃO ALIMENTAR

Alto número de intolerantes faz crescer opções de alimentos e receitas sem lactose

Médico ortomolecular Gilberto de Paula esclarece dúvidas sobre o problema e chef de cozinha Fabíola Borges dá sugestões de substituições de alimentos 14/05/2017 às 05:00
Show vida0514 008f
Chef de cozinha Fabíola Borges ensina receita de bolo prática e sem lactose
Juan Gabriel Manaus (AM)

Quatro a cada dez brasileiros adultos possuem algum grau de intolerância a lactose. Os dados divulgados pela Food Intolerance Network chamam atenção para um problema alarmante e quase invisível. Segundo o médico nutrólogo Gilberto de Paula, a doença é caracterizada pela incapacidade de digerir totalmente o açúcar (lactose) de produtos lácteos e pode se apresentar de diferentes formas e intensidade. “Existem basicamente dois tipos de intolerância. A primária, que geralmente é genética e a intolerância adquirida, que resulta de um processo inflamatório do intestino delgado e pode acontecer com qualquer pessoa”, explica Gilberto.

O médico afirma que existem duas formas de se detectar a intolerância a lactose. “O diagnóstico é feito por meio de teste de provocação, no qual se dissolve 75 mg de lactose na água para o paciente beber e logo em seguida é feito exame de sangue para se comprovar a intolerância. Outra maneira é se usando um aparelho que mede o hidrogênio presente no pulmão”, explica o médico que chama atenção para os sintomas. “Gases, barriga inchada, cólicas e diarréia são os sintomas mais frequentes.”

Com o alto número de intolerantes, o mercado gastronômico se viu obrigado a expandir para acolher um público que até pouco tempo se via carente de opções para suprir essa necessidade. São produtos e receitas que substituem os derivados de laticínios por ingredientes de origem vegetal e o melhor, sem comprometer o sabor.

Quem entende do assunto é a chef de cozinha especializada em culinária funcional, Fabíola Borges, que recentemente ministrou um curso ensinando diversas receitas sem lactose. Em meio a bolos e quitutes, Fabíola conta que hoje está mais acessível inovar no preparo das guloseimas. Entre as opções de substituição, quem lidera a lista de alternativas é o leite. “Temos várias opções no mercado como leites vegetais. A maioria das pessoas costumava usar o leite de coco quando não havia essa variedade, então a primeira opção de substituição é o leite de coco. Agora é possível também substituir por leite de arroz, de arroz com amêndoas, leite de aveia, entre outros.”

Outra dica da chef é adotar a biomassa de banana nas receitas. O produto, resultado do cozimento da banana verde, é uma excelente opção para dar espessura na comida e saciar o apetite. “A biomassa é super versátil, pode usar em doces, salgados ou até em cremes e dá saciedade. A função dela na receita é espessamento ou volume. Faço bolo que não leva leite, farinha e óleo, a biomassa substitui isso. Ao invés de usar o creme de leite ou leite condensado eu uso a biomassa também e até no vatapá, por exemplo, substituo o pão e trigo por ela”, revela.

O leque de substituições não para por ai. Para te ajudar, o VIDA&ESTILO separou alguns produtos que podem ser encontrados facilmente no mercado além de uma receita assinada por Fabíola Borges. São opções práticas e simples para cuidar da saúde sem perder o prazer de comer.

Produtos

Polenguinho inova e traz para o mercado a opção zero lactose. Com apenas 33 calorias e zero carboidrato, o produto, que dispõem de quatro unidades por pacote, é uma ótima opção para o lanche.

Para quem não quer abrir mão da sobremesa, a Perfetto apresenta sua linha de sorvetes sem lactose, disponível nas versões picolé de 60g (no sabor chocolate) e em pote de 900ml (no sabor leite trufado).

A 3 corações traz uma versão de seu cappuccino classic ideal para os intolerantes a lactose. Sua composição é traz café, chocolate, e leite em pó com lactase, enzima responsável por digerir a lactose.

Receita - Bolo de chocolate sem lactose

1 e 1/2 xíc. (chá) de leite vegetal (coco,  aveia,  arroz,  amêndoas,  caju)
1/4 xíc. (chá) de óleo vegetal
3/4 xíc. (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de farinha de linhaça
4 colheres (sopa) de chocolate solúvel em pó
2 xíc. (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó

1. Misture numa tigela o leite vegetal e o óleo. Acrescente o açúcar, a canela em pó e a linhaça, bata bem com uma colher ou garfo.
2. Peneire o chocolate solúvel com a farinha e incorpore a mistura dos líquidos aos poucos, mexendo bem a cada adição. Coloque o fermento em pó por último e misture bem.
3. Coloque a massa numa forma untada com um pouco de óleo e leve ao forno médio pré-aquecido 180 graus por aproximadamente 30 minutos. 

 

Publicidade
Publicidade