Domingo, 20 de Outubro de 2019
Buzz

Andressa Urach fala sobre o seu passado: magia negra, sexo por interesse e espíritos da morte

Modelo ainda em recuperação por conta da inflamação causada pelo uso de hidrogel nas coxas deu entrevista reveladora



1.jpg Sem megahair e unhas postiças, Andressa Urach é uma nova mulher
28/01/2015 às 11:28

Andressa Urach deu entrevista ao Portal Ego hoje (28) para falar sobre as mudanças em sua vida durante este processo de recuperação após a alta hospitalar. A modelo e apresentadora teve uma séria inflamação causada pelo uso de hidrogel nas coxas e  chegou apresentar um quadro de sepse.

Sem pudores, ela revelou aspectos polêmicos do seu passado. A obsessão pela fama e vaidade lhe levaram  a ter atitudes extremas, como fazer trabalhos de magia negra para conseguir  atingir seus objetivos.



“Pedia para os orixás tudo que queria: o sucesso, o bom carro, o apartamento, consegui tudo. Eu paguei muito caro por isso. A promessa que fiz com a minha pomba gira na época foi que, para cada R$ 1 mil que eu ganhasse, eu daria uma champanhe a ela. Fora os R$ 5 mil da festa de final de ano do centro espírita que eu também dava. Para celebrar os trabalhos que conquistava na televisão, doava R$ 3 mil’, revelou.

A loira também afirma sempre quis um amor verdadeiro, no entanto, não se abstinha de usar o sexo a seu favor, envolvendo-se apenas com homens endinheirados e que poderiam lhe oferecer algo em troca. “Sempre tive preconceito com homem que não tinha dinheiro. Sempre quis homens que me proporcionassem bons jantares, boas viagens. Não tenho vergonha de contar porque isso faz parte do meu passado”.

Durante o tempo em que ficou internada (25 dias no total), Andressa conta ter tido uma experiência espiritual que mudou sua vida. “No hospital vi espíritos da morte querendo levar a minha alma. Eram a alma da morte. Eles me rondavam porque queriam a minha alma de qualquer jeito. Isso tudo porque eu não agradeci a Deus”, disse. E afirmou que foi salva pelo amor de Deus. “Deus conhecia o meu coração. Sabia que maldade eu jamais tinha feito e eu clamei pela vida do meu filho. Ele é o ser humano mais importante para mim, foi o amor dele que me salvou e me fez voltar para a terra. Tenho certeza disso.” 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.