Saúde

Angélica admite ter entrado na menopausa aos 43 anos

Em entrevista à revista Claudia, a loira classificou a falta de informação como algo que atrapalhou. "Entendi que a reposição (hormonal) não era adicionar nada ao corpo, mas controlar o que estava desregulado", pontuou ela

Portal A Crítica
12/12/2021 às 18:56.
Atualizado em 08/03/2022 às 19:47

((Foto: Reprodução/Internet))

A apresentadora Angélica, 48, admitiu, em entrevista à revista Claudia, ter vivido a menopausa de forma precoce - aos 43 anos - assim como aconteceu com sua mãe e com sua irmã. "Alguns sintomas apareceram, mas fui levando, por falta de informação e por não querer tomar remédios. Demorei a entender a menopausa precoce e me cuidar, iniciar o tratamento de reposição hormonal", colocou ela.

Ela alega ainda que a falta de informação foi a grande "vilã" do processo. "Essa lentidão eu considero um erro. A notícia da menopausa em si não foi ruim, aos 45 anos, mas os sintomas, como o calor, insônia e alteração de humor, foram. Estava mal informada. Entendi que a reposição (hormonal) não era adicionar nada ao corpo, mas controlar o que estava desregulado, comecei a cuidar efetivamente e tudo voltou ao normal", concluiu. 

 

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por