Sábado, 06 de Junho de 2020
DIGITAL

Apps de relacionamento reforçam o 'contato virtual' na quarentena

O site de relacionamento Coroa Metade, voltado para pessoas a partir dos 40 anos de idade, abriu sua assinatura Premium para todos os usuários com idade a partir de 60 anos



site_relacionz_AAB56EAE-9C5F-419D-96AA-EF13CD8948D7.jpeg
23/03/2020 às 17:51

Em tempos de isolamento social, namoros ou relacionamentos em que as duas pessoas não moram juntas ficam um pouco mais complicados. Conhecer pessoas novas pessoalmente pode se tornar uma missão quase impossível nessa época de propagação do Coronavírus, mas, os aplicativos de relacionamento podem ajudar a encurtar essa distância entre as pessoas. Por isso, reunimos alguns aplicativos que estão incentivando as pessoas a ficarem em suas casas, além de ajudá-las a interagir com outras pessoas nesse período tão difícil causado pelo Covid-19.

O site de relacionamento Coroa Metade, voltado para pessoas a partir dos 40 anos de idade, abriu sua assinatura Premium para todos os usuários com idade a partir de 60 anos.



Até o final de março, os atuais usuários dessa faixa etária poderão ativar gratuitamente por 30 dias o acesso que os assinantes Premium possuem no site. Já os novos usuários a partir de 60 anos de idade que se cadastrarem através do site (www.coroametade.com.br) devem enviar um e-mail para airtongontow@coroametade.com.br dizendo com qual e-mail fizeram o cadastro e também receberão a assinatura de presente. 

O cadastro no site é gratuito para todos, mas existe uma assinatura que dá diversas vantagens, como acesso ao chat, aparecer antes nas buscas, saber quem viu o perfil e se comunicar com todos os usuários do site, mesmo com quem não é pagante.     

“Abrimos esses benefícios gratuitamente, por um mês, para todas as pessoas a partir de 60 anos, como uma forma de incentivá-las a ficar em suas casas e ajudá-las a interagir e combater a isolamento em um momento tão difícil provocado pelo Covid-19”, afirma Airton Gontow, idealizador e diretor do site, acrescentando que a ativação tem se quer feita pelo site (e não pelo aplicativo), mas que a assinatura poderá ser utilizada tanto pelo site quanto pelo aplicativo. Gontow também esclarece que não haverá qualquer cobrança de assinatura após o término do benefício.

Além disso, o Coroa Metade oferece 30 dias grátis a todos os novos usuários a partir de 40 anos de idade que se cadastrarem, com foto, através do aplicativo (não vale para cadastros através do site). A ativação dos benefícios e os novos cadastros devem ser feitos até o dia 31 de março para que o usuário receba os 30 dias de assinatura.

TINDER

O Tinder - que recentemente passou a verificar perfis - também resolveu dar uma mãozinha para aqueles que desejam engatar um relacionamento ainda que virtual. O aplicativo resolveu renunciar a cobrança de taxas pelo recurso Passaporte, que permite conectar usuários com pessoas fora do seu raio de localização.

A oferta terá início no na próxima semana para todos os usuários, e vai até o dia 30 de abril. A ideia do Tinder é que as pessoas possam conviver socialmente e conhecer outras pessoas, independente de um relacionamento afetivo. O recurso permite que usuários "visitem" um local por vez, mas podem deslizar a quantidade de locais que quiser.

O Passaporte é um recurso disponível para assinantes do Tinder Plus e Gold. Segundo a página de ajuda do aplicativo, os usuários que você curtiu usando o Passaporte podem visualizar seu perfil até um dia depois de você mudar sua localização.

Alerta sobre o vírus

Os aplicativos de relacionamento gay Grindr, Scruff e Hornet emitiram comunicados a seus usuários pedindo precaução ao coronavírus.

Segundo a Reuters, o Hornet, cuja rede conta com 30 milhões de usuários considerados “frequentes”, compartilhou orientações para os mesmos evitarem o contágio – e sugeriu que os utilizadores mantenham contato entre si “remotamente”.

“Compartilhamos uma variedade de reportagens nos últimos dias dentro do aplicativo, além de enviar mensagens”, disse Sean Howell, porta-voz do Hornet.

O Grindr comunicou que também tem disseminado informações da OMS para “ajudar os utilizadores a tomar decisões com informação ao interagirem uns com os outros”.

Ainda segundo a Reuters, nos Estados Unidos mais de cem entidades de direitos LGBT pediram às autoridades do país que tenham em mente um risco específico sofrido pelos HIV positivos, pois este vírus enfraquece o sistema imunológico de quem o tem.

SAIBA+

O site Scruff, que conta com mais de 15 milhões de cadastrados, divulgou que tem disparado “pacotes” de dicas da OMS (Organização Mundial da Saúde) para cem mil usuários de cada vez – e continuará nesse processo até atingir todos eles.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.