Sábado, 20 de Julho de 2019
Vida

Artes visuais: mostra 'Amazônia, Esfinge' chega em Manaus

Para este trabalho, que marca a estreia do jornalista Sávio Stoco, foram reunidas obras de diferentes origens e conceitos, como fotografias, desenhos e instalações



1.jpg A mostra é assinada pelo jornalista Sávio Stoco, que é jornalista e mestrando em artes visuais pela Unicamp
09/07/2013 às 09:22

Depois de passar por Belo Horizonte e Belém, a exposição “Amazônia, Esfinge”, do artista visual amazonense Sávio Stoco, entra em cartaz na Galeria de Artes do Caua, trazendo uma visão crítica sobre a paisagem amazônica. A abertura e o lançamento do catálogo da mostra acontecem nesta quarta (10), a partir das 18h. A visitação pode ser feita até o dia 8 de agosto, de segunda a sexta, das 9h às 17h, com entrada gratuita.

Para este trabalho, que marca a estreia de Stoco, foram reunidas obras de diferentes origens e conceitos, como fotografias, desenhos e instalações. Uma delas é “Espelho”, composta por duas colunas em forma de “U”, com 1,2 metro de altura cada, onde o ponto de convergência é o contraste entre o ambiente natural e o urbano.

Segundo o artista, por onde passou, a exposição foi sofrendo pequenas adaptações – mudanças que poderão ser percebidas no catálogo, com textos de Roberto Evangelista e Otoni Mesquita. “Ele oferece uma visão das duas mostras anteriores, porque eu acredito que à medida que a exposição é montada, ela vai ficando mais madura e eu vou entendendo melhor a relação entre as obras”, explica.

Ele cita como exemplo as instalações “Inacabando” e “Re-conheça a Amazônia”. Esta última é composta por uma fita adesiva que faz referência à logomarca do Pólo Industrial de Manaus; ao contrário das mostras anteriores, em Manaus ela será aplicada nas portas da galeria. Segundo Stoco, existe uma proposta de que a obras interajam com o espaço, o que não é fruto de uma “mera acomodação”.

Como nasceu

A inspiração para a mostra nasceu com a observação de uma tela do pintor Moacir Andrade, exibido em uma sequência do filme “Terceiro Milênio” (1980), do cineasta paulista Jorge Bodanzky. Na época, o trabalho aparecia adornando o apartamento do ex-senador amazonense Evandro Carreiras; mais tarde, Stoco fotografou o mesmo quadro na recepção de um hotel turístico de Manaus.

“Percebi que essa fotografia, repleta de sobreposições, sugeria o enigma deste espaço brasileiro tão mal conhecido, mas muito presente no imaginário e difundido visualmente. Toda a mostra é uma tentativa de abordar a natureza e essas relações visuais”, justifica.

Inscrições abertas

Pela primeira vez, a exibição de “Amazônia, Esfinge” será acompanhada de uma exposição sobre fotografia contemporânea. A atividade é uma exigência do Prêmio PAIC de Artes Visuais, que contemplou o projeto de Stoco em 2011. As aulas vão acontecer entre os dias 15 e 17 de julho, das 19h às 23h, no próprio Caua.São apenas 15 vagas e as inscrições podem ser feitas através do e-mail saviostoco@gmail.com ou pelo telefone (11) 98105-0572.

“Vou traçar um panorama da fotografia contemporânea e dos diálogos que ela estabelece com a fotografia tradicional e com uma diversidade de procedimentos e motivações”, adianta o artista. Segundo ele, os alunos também serão levados a enxergar relações entre o que for apresentado e as obras de “Amazônia, Esfinge”.

Talento reconhecido



A exposição de Stoco foi contemplada com o Prêmio PAIC de Artes Visuais 2011, Prêmio Funarte de Arte Contempo-rânea 2011, e o Prêmio de Artes Visuais do Banco da Amazônia 2012.

Serviço

o que é: Abertura da exposição
quando: Nesta quarta (10), das 18h às 21h
onde: Galeria do Caua (rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro)

o que é: Visitação
quando: 11 de julho a 8 de agosto, segunda à sexta, 9h às 17h

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.