Quarta-feira, 03 de Junho de 2020
artes

Artista amazonense tem obras expostas em novela da Globo e faz mostra no RJ

Arnaldo Garcez participa de temporada de exposições no Rio de Janeiro e quadros compõem cenário de “Amor de Mãe”



bv0511-006Rportal_2C19D24E-DF3D-4458-9A1F-5E79EC1E4E03.jpeg Artista abre temporada de exposições de 2020 e cria cenário inédito para compor cenário de novela Global / Foto: Divulgação
11/03/2020 às 15:53

Após retornar de uma longa temporada de exposições na Europa, o artista plástico amazonense Arnaldo Garcez volta ao Brasil para cumprir uma agenda no Sudeste do País, bem como expor suas obras em uma novela nacional. Para abrir as atividades em 2020, o artista participa de exposição coletiva na Pop Up Gallery, no Casa & Gourmet Shopping, em Botafogo, no Rio de Janeiro.

A exposição, que começou nessa terça-feira (10) e segue até 31 de março, é aberta para visitação de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos das 14h às 21h. Em breve, o artista segue com a exposição para São Paulo e depois vem para Manaus.



“Estou muito feliz com o resultado da minha proposta e por esse convite da Galeria. A exposição está muito equilibrada, com várias vertentes e propostas conceituais na leitura e criação de cada artista que está compondo essa bela exposição coletiva”, afirma Garcez.

Destaque nacional

Além da exposição, Arnaldo também está vivendo um novo momento na carreira artística. Recentemente, o artista foi convidado pela equipe de cenografia da TV Globo para ilustrar um cenário da novela “Amor de Mãe”. Os quadros estão compondo um painel na casa da personagem Betina, interpretada pela atriz Isis Valverde.

“É um painel com aquarela e pigmentos em grafite, onde desenvolvo uma linguagem mais abstrata. É um trabalho bem diferente do que tenho feito com o figurativo. Mas estou satisfeito com o resultado dessa nova linguagem e pretendo dar continuidade para essa nova inspiração que irá compor uma nova série dos meus trabalhos esse ano”, declara Garcez.

Significado

Durante a mostra, composta por 13 artistas, Arnaldo Garcez fará a exposição de 16 obras que, sempre questionando o cenário social, representam o cotidiano do ser humano, e fazem uma analogia sobre o que vivemos, com aspectos que envolve o psicológico, a ansiedade e a insegurança.

“Minha base é o ser humano, com toda a inquietação que vivemos. O que busco no meu trabalho é a análise de tudo que vivemos no nosso cotidiano. Uma crítica ao momento do País, buscando soluções para uma sociedade digna. E as cores que uso representam as cores nativas da nossa Região”, conta ele.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.