Publicidade
Entretenimento
Em fase de produção

Artistas ensaiam espetáculo de dança ‘Apoena: Aquele que vê longe’

Com ensaios diários no “Contener das Artes”, espaço de produção da Contem Dança Cia, na Zona Norte de Manaus, as artistas Huana Viana e Francis Baiardi se preparam para realizar a primeira apresentação em Manacapuru 03/11/2016 às 15:28 - Atualizado em 03/11/2016 às 15:57
Show huana e francis na aldeia apoena 3
Fotos: Divulgação
acritica.com* Manaus (AM)

Com estreia prevista para 28 de novembro, o espetáculo de dança “Apoena: Aquele que vê longe” está em fase de criação artística. Com ensaios diários no “Contener das Artes”, espaço de produção da Contem Dança Cia, localizado na Zona Norte de Manaus, as artistas Huana Viana e Francis Baiardi se preparam para realizar a primeira apresentação no município de Manacapuru.

Inspirado na cultura indígena, “Apoena: Aquele que vê longe” foi contemplado pelo Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2015. De acordo com Francis Baiardi, que atua e assina a direção do espetáculo, os ensaios estão sendo acompanhados pelo cenógrafo José Batista e pelo músico Eliberto Barroncas, que assinará a trilha sonora da obra. 

“A pouco menos de um mês da estreia estamos num ritmo bom de trabalho. Os ensaios estão sendo assistidos por Cleia Alves, pelo José Batista e pelo Eliberto Barroncas para que seus olhares contribuam na montagem da cenografia e da trilha sonora. Essa semana, o Ycaro Amorin, que vai fazer as interferências visuais, se junta a nós, já com as pesquisas e imagens feitas na Aldeia Indígena Saterê Sahu-Apé”, explicou Francis que também assina o figurido da peça, juntamente com as artistas da Contem Dança Cia. 

O projeto

Contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2015, o projeto é uma iniciativa da bailarina e intérprete Huana Viana, proponente do projeto, em parceria com Francis Baiardi, que assina a criação, produção e atuará no espetáculo. 

Como parte da produção, Huana e Francis participaram de uma residência artística onde passaram dez dias na Aldeia Indígena Saterê Mawé Sahu-Apé, localizada no quilômetro 37 da Rodovia Manoel Urbano, que liga Manaus ao Município de Manacapuru,

O projeto visa retratar a cultura ameríndia a partir da realidade sociocultural que o índio da Amazônia se encontra na contemporaneidade, levando em consideração as peculiaridades culturais da região. Além das apresentações, o projeto contempla palestras e debates em Manaus, Manacapuru e Itacoatiara.

Sobre a proponente do projeto

Huana Viana é professora, interprete-criadora e Bailarina. Amazonense, finalista do curso de licenciatura em Dança pela Universidade do Estado do Amazonas. É integrante da Cia estatal, o Balé Folclórico do Amazonas desde 2013 onde participou dos espetáculos: Folguedos, Herança Africana, Amazônia, Missa Cabocla e Bem do Interior. Participou também da Ópera “Manon Lescaut” de Giacomo Puccini no XVII Festival Amazonas de Ópera. 

Ficha Técnica

Direção: Francis Baiardi 
Intérpretes-criadores: Huana Viana e Francis Baiardi
Assistente de direção: Cléia Alves 
Músicos: Eliberto Barroncas e Tércio Macambira
Criação de luz: Carol Calderaro 
Interferência visual: Ykaro Amorim
Cenografia: José Batista 
Assessoria de imprensa: Mônica Figueiredo 
Designer Gráfico: Emerson Silva 
Produção: Contem Dança Cia

*Com informações da assessoria de comunicação

Publicidade
Publicidade