Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
MÚSICA

Artistas realizam Festival ‘Poli Rock’ no Japiim em setembro

Praça Polivalente, no coração do Japiim, vai se tornar palco de um dos maiores festivais de rock regional nos dias 27 e 28 de setembro



sdfsdfsddsfsdfsd_87DE16B2-9D93-46A2-A36C-594922A8B85A.jpg Foto: AFP
16/07/2019 às 14:32

A 6ª edição do Festival Poli Rock vai contar com a participação de 13 bandas locais de diferentes gêneros da ‘pegada’ rock n’ roll. Do alternativo ao trash metal, as bandas se apresentam nos dias 27 e 28 setembro na praça Polivalente do Japiim, localizada na avenida Rodrigo Otávio, Zona Sul. A expectativa dos organizadores é que o evento movimente mais de 5 mil pessoas durante os dois dias de festival.

"O Poli Rock já se tornou parte do calendário de eventos do bairro do Japiim”, afirma Erick Moreira, um dos organizadores do festival, que também destaca a edição deste ano como sendo uma das maiores desde a primeira, realizada em 2015. Além das atrações musicais, o público vai contar com espaço gourmet, por meio de uma praça de alimentação específica para o festival. “Movimentar outros setores de empreendedores é uma das características do festival este ano”, diz.



Programação

As bandas que sobem no palco da 6ª edição do Poli Rock possuem gêneros variados. Os amantes do rock alternativo, do punk nacional e do hardcore são os privilegiados durante a primeira noite do festival. Na sexta-feira (27), a partir das 20h, as bandas Zona Tribal, Chá de Flores Underflow, Renegados pelo Sistema, Os Playmobils, Platinados e 88 megatons, se apresentam. O evento segue até as 3h da madruga.

No sábado (28) o festival é dedicado aos fãs do blues ao heavy metal. Tendo início duas horas mais cedo, diferente da primeira noite, às 18h bandas como Hipnose Death,  Escafism, The Putrefing, M67, Empire Iron, Hawake se revezam no palco até as 1h da madruga.

Sobre a escolha do roteiro de artistas e bandas Erick, um dos organizadores, afirma que “todos os anos tentamos fazer algo diferente para que o evento fique bem diversificado”, acrescentando que o evento é sem fins lucrativos.

No coração do Japiim

O ‘Poli Rock’ já é um festival esperado entre os fãs do rock n' roll em Manaus, que a cada edição lotam a Praça Polivalente, em frente à Escola Estadual Ondina de Paula Ribeiro. De acordo com Erick, a iniciativa teve início como estratégia cultural de um espaço público que, na época, não era popularmente utilizado pelos moradores da área.

A estrutura do festival, que no primeiro ano ainda contou com a ajuda de patrocinadores e dos próprios realizadores, em sua 6º edição já deixa a clara evolução operacional do projeto. 

A edição deste ano, além de um enorme palco e sistema profissional de som e iluminação, a montagem contará ainda com bares, playground para crianças, policiamento público e segurança privada, e banheiros químicos.  “Todos os anos tentamos fazer algo diferente para que o evento fique bem diversificado”, garante Erick.

Produção de Zines, grafismo indígena, arte plástica e desenho, bordados artesanato e outras atividades farão parte das intervenções artísticas através da parceria com o  “Escangalho Cultural”, coletivo de artistas independentes.

O acesso ao 6º Festival Poli Rock é totalmente gratuito, mas está proibida a entrada com bebidas alcoólicas em garrafas de vidro no perímetro do evento.

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.