Terça-feira, 24 de Setembro de 2019
Vida

'As pessoas devem ser respeitadas, independente de suas formas', diz Miss Amazonas Plus Size 2013

Em entrevista ao acritica.com, Daniele Mendes, gaúcha descendente de amazonenses, falou sobre a caminhada até o concurso, gostos pessoais, dicas de beleza e expectativas para o futuro



1.jpg Daniele Mendes representará o Amazonas no Miss Brasil Plus Size, no dia 30 de março, em Brasília
28/02/2013 às 23:45

“Um ser de personalidade forte e marcante, que possui princípios e valores e não tolera injustiça, principalmente em relação aos animais”. Assim se define a psicóloga Daniele Mendes da Silva, 28, representante do Amazonas no Miss Brasil Plus Size 2013, evento que está em sua 2ª edição e que selecionará a mulher Plus Size (tamanho Grande) mais bela do país. O concurso acontecerá no dia 30 de março, às 21h, no Teatro Ulisses Guimarães, em Brasília.

De acordo com Daniele, o objetivo do concurso – realizado pela Impacto Produções - é eleger uma representante brasileira para concursos internacionais da categoria, que visa mostrar que a mulher brasileira é bela em todas as suas formas, independente do manequim utilizado. “O que se quer é levantar a autoestima daquelas mulheres que sofrem de preconceitos e se julgam excluídas da sociedade por suas formas maiores”, afirmou Daniele.

Daniele nasceu em Cruz Alta, no Rio Grande de Sul e atualmente mora em Santa Maria, no mesmo estado. Morou em Manaus pouco mais de um ano, devido o pai ser militar e viver em constante rotação com a família, explicou a Miss ao acritica.com, ressaltando o amor infinito pelo estado do Amazonas.

Gaúcha de coração amazonense


“Mudávamos sempre de 2 em 2 anos, morei em muitos lugares do Brasil, inclusive Manaus, cidade pela qual sou apaixonada. Possuo muitos familiares residindo em Manaus. Escolhi competir pelo Amazonas para homenagear meu avô, que nasceu no AM, e minha bisavó, Maria Higina, que foi uma mulher guerreira, de personalidade marcante e que era muito respeitada pelo povo de Coari, onde nasceu”, contou a psicóloga. “Na última transferência do meu pai acabamos fixando no RS, estado que resido atualmente e possuo muitos familiares também”, ressaltou.

Assim como muitas meninas diferentes do padrão de beleza estabelecido pela sociedade, Daniele sofreu preconceito na infância. “Desde a infância sempre tive brigas com a balança e passava sempre pelo efeito sanfona. Na adolescência sofri preconceito na escola, recebia apelidos e por isso evitava festas e eventos, pois sentia vergonha do meu corpo. Após muitas dietas frustradas, emagrecia e voltava a engordar após um tempo. Passei a acompanhar desfiles de mulheres voluptuosas e sempre tive muito admiração. O movimento Plus Size veio a fortalecer a minha autoestima e fazer eu me aceitar como sou”, apontou Mendes.

Como não reuniu inscrições o suficiente para a realização do concurso a nível estadual, Daniele foi selecionada a partir de inscrição direta, conforme consta no regulamento, segundo a Miss. “Eu me inscrevi e fui selecionada com muito orgulho para representar este estado, por já ter ligação com ele. Ainda neste ano, deve ser realizado o concurso em Manaus, para a eleição da representante do estado no próximo concurso nacional. Como foi uma inscrição direta, não sei exatamente quantas candidatas se inscreveram para representar o Amazonas, mas fiquei muito feliz em ser a escolhida”, destacou.

No concurso nacional, 30 meninas, representando os 26 estados, mais o Distrito Federal, Fernando de Noronha e Atol das Rocas atrairão olhares para a preservação da natureza e o turismo nacional, temas do concurso este ano. Além da coroa e título, a Miss Brasil Plus Size será presenteada com um carro zero Km.

Preparo para o concurso


Para participar do concurso, Daniele - que pesa 94 kg - elencou todo o processo de preparo que precisou e ainda encara para driblar a rotina corrida. “Procuro me alimentar e dormir bem. Procuro ingerir muita água e abuso de frutas, verduras, saladas e pão integral. Praticar um exercício é muito relaxante e me ajuda muito. Gosto de caminhar, nadar, andar de bicicleta e ficar perto dos meus cães que amo”, disse.

Em relação à beleza, Daniele diz ser uma mulher muito vaidosa, que costuma cuidar dos cabelos, rosto e corpo com cremes faciais e corporais e adora camarão na abóbora. Em relação às premissas particulares, a psicóloga defende as causas de cuidado aos animais. “Um dos meus maiores sonhos é abrir minha clinica de cinoterapia e uma ONG de auxilio e proteção aos animais”, confidenciou.

"Em relação à alimentação diária, costumo me alimentar normal, mas prefiro os alimentos mais saudáveis como saladas, carnes brancas, arroz e feijão. Mas amo um chocolate... confesso. Para vestir, gosto de roupas confortáveis, mas meu estilo é clássico: adoro saias e vestidos", completou a morena.

‘A beleza é muito subjetiva e cultural’


Em relação aos estereótipos determinados pela sociedade como belos, Daniele diz enxergar a beleza como algo muito subjetivo e cultural. "Acredito que existe lugar para todos e que as pessoas devem ser respeitadas independente de suas formas. Sabemos que beleza é algo muito subjetivo e cultural, sendo assim a beleza esta nos olhos de quem a vê. Acredito que o movimento Plus Size tem fortalecido mais a inclusão das pessoas acima do peso e aceitação das mesmas na sociedade. Mas é importante ressaltar que o movimento Plus não faz apologia à obesidade. Ele implica em levantar a autoestima das mulheres que estão acima do peso, mas prima pela saúde sempre”, defendeu.

Daniele disse que se vencer o concurso, estará realizando um grande sonho: ser a mulher mais bonita do país na categoria de manequins maiores. “Se vencer, vamos ver os trabalhos e compromissos que vão aparecer, e vai ser uma honra representar o Brasil e também trabalhar mais efetivamente como modelo”, comemorou.

E para as meninas que querem perseguir o mesmo sonho, Daniele dá dicas importantes: "Acreditem sempre nos seus sonhos, tudo é possível quando existe a força, dedicação e determinação. Para ser miss não basta apenas ser bonita, é preciso ter personalidade, ser determinada e principalmente ter humildade. E principalmente ser uma pessoa humanitária, se importar com a realidade do outro, buscando fortalecer as relações e buscando um mundo melhor e mais justo para todos”, finalizou a Miss Amazonas Plus Size 2013.

Veja galeria de imagens aqui.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.