Publicidade
Entretenimento
Vida

Ator do Amazonas celebra carreira internacional

O manauara de 30 anos Ítalo Castro conversou exclusivamente com o jornal A CRÍTICA sobre a carreira em ascensão na cidade chinesa e os inúmeros projetos realizados em 2013 10/11/2013 às 12:30
Show 1
Apesar do sucesso internacional, o primeiro trabalho de Ítalo em um longa aconteceu no amazonense “A Floresta de Jonathas”.
Laynna Feitoza Manaus (AM)

Os variados segmentos em que o ator, modelo e cantor amazonense Ítalo Castro se distribui parecem acelerá-lo cada vez mais rumo à estrada do sucesso. O artista, que interpretou o personagem Juliano no longa-metragem “A Floresta de Jonathas”, se mudou para Hong Kong a fim de se desenvolver em diversos horizontes. O manauara de 30 anos conversou exclusivamente com o jornal A CRÍTICA sobre a carreira em ascensão na cidade chinesa e os inúmeros projetos realizados em 2013, entre eles, trabalhos com célebres marcas entre Gucci e Hugo Boss.

Neste ano, Castro migrou também para a publicidade: foi garoto-propaganda da rede de TV a cabo líder em HK, chamada “Now TV”, além de participação no curta-metragem “The Folding Chair Killer”, do diretor Allan Lo, feito para competir em um festival de produções audiovisuais em HK, ressalta Ítalo. “Interpreto um vilão. Interessante que fui o único estrangeiro no elenco e tivemos um coreógrafo marcial pra treinar os atores para as cenas rápidas de luta”, explica o modelo.

O curta-metragem “Louder Than Words, do diretor Chris Michael Owen também teve a participação do modelo, ator e cantor. “Nessa produção, interpreto um agente de uma empresa comum que dá um suporte à história que está sendo contada”, assegura. Como modelo, Ítalo – que foi Mister Eco Brasil em 2010 e Male Top Model Amazonas em 2009 – posou para a revista Capital CEO direcionada ao público executivo masculino. Nesta mesma revista, o rapaz estrelou propagandas para as marcas Hugo Boss, Hackett London (moda masculina) e para a marca de relógios Junghans, conforme Castro.

Música

Apesar de ser apenas um hobby – ainda, ele garante -, uma outra faceta um pouco mais discreta, porém não menos expressiva é a atuação de Ítalo Castro na atmosfera musical. No último dia 02, ele participou do grandioso “Picnic In The Park” no festival Discovery Bay, na cidade chinesa, onde se apresentou para um público entre oito a 10 mil pessoas. “Tivemos receptividade absoluta do público e ajudamos a arrecadar fundos para instituições de caridade através deste festival”, conta.

A caminhada pela música nas terras de lá teve início em 2012, quando Castro assumiu os vocais da banda de rock “Horus”. A banda, por sua vez, é totalmente composta por membros de várias partes do mundo, sendo formada pelos pelos australianos Andrew Ellis e Paul Wigham (Guitarras) pelo zimbabuano Jake Roudnew (baixo) e pelo neo-zelandês Steve Jones.

Ponto de vista

“Desde pequeno tenho essa 'inclinação' pela interpretação. Dia desses eu estava conversando com meu irmão mais novo e ele me contou que quando a gente era garoto eu ficava repetindo o que os atores de filmes, novelas e até mesmo desenhos animados falavam na TV. Aqui em HK, trabalhos como modelo surgiram como uma forma de pagar minhas contas. Eu consegui me direcionar como modelo aqui em HK, e apesar de gostar de moda, esse não é o mercado no qual me foco, e sim o de ator”, diz Ítalo.

Publicidade
Publicidade