Publicidade
Entretenimento
Vida

Autores famosos na Internet ganham vez e voz com programa 'Roda Viva dos Pobres'

Primeira edição do programa vai ao ar no próximo dia 29 ao vivo pelo YouTube e  trará debates com autores de todo o Brasil 18/03/2015 às 11:31
Show 1
Diego Moraes é o idealizador da Flipobre e do programa que estreia dia 29
Loyana Camelo Manaus (AM)

Exaltar a qualidade da literatura publicada na Internet e conhecer um pouco mais sobre os seus autores são os elementos principais do programa “Roda Viva dos Pobres”, que vai ao ar pela primeira vez no próximo dia 29, às 16h via YouTube (www.youtube.com/flipobrefeiraliteraria). Cria da Flipobre, festival literário realizado exclusivamente pela Internet, o “Roda Viva” irá receber escritores cujas obras vêm se destacando no mundo virtual e que serão entrevistados por oito debatedores - jornalistas, blogueiros, resenhadores e fãs da obra do convidado. 

Cada entrevista deverá ter em média 1h20 de duração. Os escritores escalados para a estreia da “Roda Viva dos Pobres” são Bruno Brum e Roberto Denser. O primeiro é autor dos livros “Mastodontes na sala de espera”, “Cada” e “Mínima ideia”, possuindo toda sua bibliografia disponível gratuitamente na Internet (http://brunobrum.net/). Já o segundo, assina “A Orquestra dos Corações Solitários” e “Retrato de Família”. Ambos os títulos estão disponíveis para venda na Amazon.com.br e figuram na lista dos mais vendidos do site na categoria literatura e ficção/contos.

Segundo o criador da Flipobre, Diego Moraes, a “Roda Viva dos Pobres” irá acontecer mensalmente, sempre ao vivo, e irá englobar escritores de todo o Brasil. O pré-requisito, de acordo com Moraes, é ser lido na Internet.

“O público alvo é o povo que acompanha literatura pela Internet. Vamos entrevistar autores que cresceram divulgando seus trabalhos pela rede ou que foram descobertos em blogs e sites de literatura”, explica. O idealizador, que também é escritor (veja o “Perfil”), escolhe cuidadosamente os talentos da escrita ao lado de Roberto Menezes. Não tem problemas se o escritor for iniciante e tiver poucas publicações. “O importante não é a quantidade, mas a qualidade literária”, frisa Moraes.

Evento em dezembro

A “Roda Viva dos Pobres” carrega consigo a mesma filosofia da Flipobre: apresentar ao público escritores que não fazem parte da “panelinha” dos grandes festivais literários. O fato de ambos os projetos serem transmitidos pelo YouTube, torna-os ainda mais democráticos. “Trata-se uma espécie de ‘Roda Viva’ da TV Cultura, só que dos pobres e desconhecidos do grande público”, diz Diego Moraes, usando o programa televisivo para explicar a ideia do “Roda Viva”.

A Flipobre, por si, está marcada para dezembro, e deve receber mais de 40 escritores de todo o Brasil segundo Moraes. A primeira edição do evento ocorreu ano passado, também no último mês do ano, e teve como temas o machismo na literatura, a formação de leitores, entre outros mais.


SERVIÇO:

o quê: “Roda Viva dos Pobres”

quando: Estreia 29 de março às 16h, sempre ao vivo (horário de Manaus)

onde: YouTube (www.youtube.com/flipobrefeiraliteraria)


PERFIL:

Diego Moraes é autor dos livros “A fotografia do meu antigo amor dançando tango” e “A solidão é um deus bêbado dando ré num trator” (Editora Bartlebee) e publicará até o fim de 2015 “Um Bar fecha dentro da gente” (Editora Douda Correria, de Lisboa) e “Eu já fui aquele cara que comprava vinte fichas e falava ‘eu te amo’ no orelhão” (Editora Corsário-Satã).

Publicidade
Publicidade