Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020
DANÇA

Bailarino amazonense representará o Brasil em competição europeia

Um dos pioneiros da dança ao ar livre no Amazonas, bailarino e coreógrafo Márcio Prata se apresentará no Barcelona Dance Award 2020, onde também ministrará 'aulão'



WhatsApp_Image_2020-01-10_at_18.23.14_CF826649-6FF6-4939-B4C1-908EB99E4CD9.jpeg Márcio Prata participará da mostra competitiva na categoria 'Dança Folclórica', onde apresentará uma coreografia inspirada na lenda do boto cor-de-rosa (Divulgação)
14/01/2020 às 07:44

Em abril, a cidade catalã de Barcelona será o ponto de encontro entre os principais bailarinos e coreógrafos do mundo inteiro. Em meio a nomes renomados e promessas da dança em seus variados estilos, o amazonense Márcio Prata estará levando a bandeira do Amazonas ao solo europeu. O bailarino irá representar o Brasil no “Barcelona Dance Award 2020”, que este ano acontecerá de 9 a 13 de abril.

Natural do município de Coari, Márcio é um dos principais incentivadores da zumba no Estado, sendo atualmente professor do projeto “Nova Era Em Movimento”. Foi graças a esse reconhecimento que o amazonense recebeu o convite para ministrar uma palestra intitulada “Benefícios da Dança ao Ar Livre”, que segundo ele, tem a ideia de contar a experiência que tem sido adotada na cidade e apresentar as vantagens na prática que virou febre no Brasil.



“Nós temos uma grande responsabilidade como profissional de dança em levar qualidade de vida para as pessoas. Um dos focos da palestra é esse, falar sobre as vantagens que ela dá para as pessoas hoje como combate a depressão, socialização e melhora da auto estima”, explica. 

Além da palestra, Márcio dará um “aulão” para os dançarinos e participantes do campeonato e participará da mostra competitiva na categoria ‘Dança Folclórica’, onde apresentará uma coreografia inspirada na lenda do boto cor-de-rosa. Embora faltem mais de três meses para o evento, o bailarino conta que já iniciou a preparação.

“A minha companhia de dança já apresenta a lenda do boto cor-de-rosa. O que vamos fazer é intensificar os treinos para chegarmos super preparados na competição. O objetivo é fazer uma mistura regional. Vamos seguir a lenda propriamente dita com a transmutação do homem em boto e vai culminar com a dança da sedução”, diz Márcio que revela ter ido a cidade paraense de Alter do Chão encomendar sua fantasia com os artesãos responsáveis pelo Festival dos Botos do Sairé. 

“Professor das Multidões”

Atualmente no cargo de presidente do Balé Folclórico de Coari, Márcio Prata é conhecido como o professor das multidões. Desde 2002 ele desenvolve um trabalho de dança ao ar livre, em espaços públicos. No Superatacado Nova Era, o professor ministra aulas na unidade da Grande Circular, às terça-feiras e quinta-feiras, sempre a partir das 18h30.

O projeto “Nova Era em Movimento” tem o objetivo de estimular hábitos saudáveis na população. As modalidades oferecidas são direcionadas a pessoas de todas as idades. Para participar basta ir até a unidade do Nova Era, nos dias e horários das aulas.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.