Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
Vida

Bairro Cidade Nova recebe montagem de La Traviata

A montagem especial é para pessoas que nunca acompanharam ópera, afim de criar novos públicos. Ela faz parte do XVII Festival Amazonas de Ópera



1.jpg A montagem foi feita para caber em espaços menores de apresentação. A obra de Verdi é apreciada mundialmente por amantes da ópera
03/05/2013 às 18:01

A primeira pocket ópera do XVII Festival Amazonas de Ópera (FAO) acontece neste sábado (4), às 19h, no Centro de Convivência da Família Padre Vignola, na Cidade nova, Zona Norte de Manaus, com o Vesperal Lírica Bradesco – La Traviata, de Giuseppe Verdi. A entrada é franca.

Segundo explica o diretor musical e pianista da noite, Hilo Tiago, também maestro, a série Vesperal consiste basicamente em apresentar óperas de forma reduzida e compacta, com edição musical, mas sem perder conteúdo e conceito.

“São pequenas montagens, feitas para espaços menores, em geral acompanhadas de piano, com os principais trechos da composição”, diz o diretor. Esse ano, além da Cidade Nova, o Centro de Convivência da Aparecida e o Teatro da Instalação receberão pocket ópera este mês.

Na estreia da Vesperal La Traviata, além de Hilo ao piano, participam da apresentação o Madrigal da Casa de Música Ivete Ibiapina e os solistas membros do Coral do Amazonas. Os cenários e figurinos são do acervo da Central Técnica de Produção (CTP), com direção cênica de Elis Marinheiro. Os solistas interpretam os papeis principais da famosa ópera de Verdi e o coro fica com o Madrigal, sob o comando da maestrina Natalia Sakouro.

O Vesperal tem em torno de 1h40 de duração e Hilo Tiago espera uma boa recepção do público, que, em geral, lota os espetáculos líricos neste formato. “Usamos peças famosas e músicas conhecidas, atrativas. As montagens em geral são bem humoradas e alegres, chamando atenção de crianças a adultos. Apresentamos os principais trechos, editando grandes coros e repetições, mas sem perder a linha da história. Continua sendo a ‘La Traviata’, em três atos”, explica o pianista. A novidade para esta edição será o uso de legendas nas apresentações.

“La Traviata” é uma ópera em três atos, de Giuseppe Verdi, baseada no romance “A Dama das Camélias”, de Alexandre Dumas Filho, que estreou em 1853, em Veneza (Itália). As próximas vesperais acontecem dia 11, na Aparecida, e dia 18, na Instalação, sempre às 19h, e com entrada gratuita.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.