Terça-feira, 31 de Março de 2020
DANÇA

Balé Folclórico do Amazonas apresenta espetáculo nesta quarta (19)

Intitulada "Dança do Sol", performance acontece às 20h no Teatro Amazonas e marca o início da temporada do corpo artístico em 2020



Dan_a_do_Sol_-_BFA_626946E8-31C1-4DD9-BCEB-2DAC3D7FD72D.JPG O balé fala sobre a adoração ao deus Sol pelo olhar dos indígenas (Foto: Michael Dantas)
18/02/2020 às 15:01

O Balé Folclórico do Amazonas (BFA), Corpo Artístico da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, inicia as apresentações de 2020 com “Dança do Sol”, nesta quarta-feira (19), às 20h, no Teatro Amazonas, com entrada gratuita e classificação livre.

O espetáculo, que é baseado em uma pesquisa do escritor e professor amazonense Mário Ypiranga Monteiro, sobre os índios Arara, terá um momento de homenagem ao bailarino e coreógrafo Flávio Soares, que faleceu no início deste ano.



Na adaptação de “A Dança do Sol”, o balé fala sobre a adoração ao deus Sol pelo olhar dos indígenas. O espetáculo estreou em 2017 e teve a coreografia assinada pelo homenageado e por Conceição Souza, diretora do BFA.

“Nada mais justo que esta homenagem ao Flávio, que fez parte do Balé Folclórico e contribuiu com esta coreografia. Ao final, faremos uma projeção em um telão com vários momentos dele, criando, dando aula e se apresentando. Convidamos, também, a turma da escola que ele deu aula e esperamos um momento bem bonito ao final da apresentação”, ressalta Conceição.

Agenda 2020

Ainda segundo a diretora do BFA, o grupo tem novidades para este ano e uma agenda cheia de apresentações em diferentes instituições.

“Temos um novo espetáculo, ‘Lendas’, previsto para estrear em agosto, e, além das apresentações nos espaços culturais com parcerias com outros Corpos Artísticos, temos também convites de escolas, hospitais, hotéis, onde criamos pequenas coreografias para o público. No ano passado, fizemos 69 apresentações, e, neste ano, queremos quebrar o recorde", afirma Conceição.

Homenageado

Flávio Soares iniciou a carreira na dança aos 18 anos, com a professora Rosiman Monteverde, passando em seguida para o Grupo Espaço de Dança do Amazonas (Gedam), dirigido por Conceição Souza, onde consolidou a carreira como bailarino.

Em 1998, ele fez audição para o Corpo de Dança do Amazonas (CDA), quando a companhia era dirigida por Joffre Santos, onde permaneceu até 2010.

Em 2013, ingressou como maître no Balé Folclórico do Amazonas, onde permaneceu até janeiro deste ano. Em 2017, estreou o espetáculo “A Dança do Sol”, que assinou em parceria com Conceição Souza, diretora da companhia.

Em um de seus últimos trabalhos, no final de 2019, Flávio acompanhou o Balé Folclórico na primeira edição da “Expedição Cultural”, quando a companhia passou 15 dias viajando pelo interior do Estado, levando espetáculos e oficinas de dança para os municípios de Borba, Nova Olinda do Norte e Autazes.

Balé Folclórico do Amazonas 

Despertar o interesse da população para a realidade histórica e social da região Norte através da dança é a proposta do Balé Folclórico do Amazonas, que foi fundado em 2001. O grupo é caracterizado pelo repertório recheado de apresentações sobre danças típicas da cultura popular e folclore amazonense.

Atualmente, o grupo está sob a direção de Conceição Souza e é composta por 26 bailarinos. Entre os espetáculos marcantes na trajetória do Balé Folclórico do Amazonas estão “Beiradão”, “Herança Africana” e “Cenas Amazônicas”.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.