Publicidade
Entretenimento
MÚSICA

Banda amazonense Luneta Mágica tem show confirmado no ‘Woodstock brasileiro’

Grupo se apresenta no dia 25 de fevereiro, no Palco do Sol, durante o festival “Psicodália”, que comemora 20 anos em 2017 12/01/2017 às 10:44
Show plateia capa 1 625x276
Banda é formada por Daniel Freire, Pablo Araújo, Eron Oliveira e Erick Omena (Foto: Reprodução)
Laynna Feitoza Manaus (AM)

A Luneta Mágica vai passar o Carnaval no mesmo local onde também vão tocar artistas como Ney Matogrosso, Erasmo Carlos, Di Melo e Cátia De França. A banda amazonense integra o line up do “Psicodália”, evento que acontece anualmente na fazenda de Rio Negrinho (SC), no período de 24 de fevereiro a 1º de março. Considerado o “Woodstock brasileiro”, o “Psicodália” é uma das maiores referências em festivais de campo/interior do País e comemora 20 anos nesta edição.

No festival, que tem duração de seis dias, a Luneta irá se apresentar no dia 25 de fevereiro, no Palco do Sol, às 16h. No mesmo dia, quem antecede a apresentação dos amazonenses é a banda Grand Bazaar (SP), e quem os sucederá é a cantora Cátia De França (PB). “Em 2016, a gente fez uma turnê que passou por Curitiba (PR), onde a gente tocou numa casa de show chamada Wake Up Colab. Lá, a gente teve oportunidade de ter acesso a um dos curadores do ‘Psicodália’. Depois disso viemos para Manaus e começamos as negociações”, declara Pablo Araújo, vocalista da banda, sobre o convite inicial.

Em relação ao repertório do show, Pablo explica que a banda pretende resgatar algumas canções do primeiro disco – como “Astronauta” e “Cinco bolas de sorvete por apenas um real” - que eles não têm tocado. “Quando saímos para fazer um evento fora, ensaiamos um formato de show direcionado ao evento. Então a gente sabe das características do ‘Psicodália’ e vamos dar ênfase nisso, em resgatar as canções do primeiro disco. Porque elas têm mais essa liberdade estética de não ter um formato pré-definido”, pondera Pablo. 

A banda pretende mostrar um apanhado geral dos álbuns lançados, “Amanhã vai ser o melhor dia da sua vida” e “No Meu Peito”, respectivamente. Porém, por ser o segundo disco um pouco mais “fechado e mais pop”, Pablo justifica a adesão um pouco maior às músicas do “primogênito” da banda. “Na questão do som, vamos investir bastante em músicas mais estendidas, viagens eletrônicas e improvisações. E nessas canções do primeiro disco há características parecida com as bandas que costumam passar pelo festival”, declara Araújo.

Planejamento

Ao retornar para Manaus, a Luneta Mágica vai focar na construção do seu próximo disco, previsto para ser lançado em 2018. “2017 vai ser um ano de produção do próximo disco da Luneta. Temos canções novas, mas ainda não estão totalmente formatadas. Estamos em fase de captação de recursos, então o que podemos fazer no momento é criar o disco, as canções, trabalhar em cima”, coloca Pablo.

Para o próximo disco, Araújo afirma que a banda fará um período de laboratório. “Que não tivemos oportunidade de fazer nos últimos dois discos. Mas esse novo disco vai ter uma cara mais orgânica. Vamos continuar trabalhando com elementos eletrônicos, mas vai ter mais corpo, presença”, diz. Ele destaca ainda que a banda pretende trabalhar com nomes de destaque nacional – que ainda não podem ser revelados - para alavancar o lançamento do disco. “Vai ser um momento bem importante para a banda, talvez o mais importante da nossa carreira”, finaliza.

Saiba mais

Psicodália é um festival multicultural independente, que abre espaço para diversos cenários artísticos e culturais. Além da música, o festival agrega diversas vertentes artísticas, como teatro, cinema, oficinas e recreação. Por conta da premissa ecológica, o festival também conta com um programa de gerenciamento de resíduos.

Publicidade
Publicidade