Publicidade
Entretenimento
Vida

Banda Carrapicho ganha homenagem no programa ‘Domingo Show’, da Record

Grupo amazonense participou no último domingo do programa apresentado por Geraldo Luís na Rede Record 16/09/2014 às 15:44
Show 1
Zezinho Corrêa no “Domingo Show”
rafael seixas ---

“Bate forte o tambor, eu quero é tic, tic, tic, tic, tac”. Este trecho da canção do grupo Carrapicho fez com que pessoas do mundo inteiro dançassem e prestassem mais atenção à Amazônia. O sucesso foi tanto que o grupo vendeu mais de 15 milhões de discos – boa parte deles nos anos 1990. Neste último domingo, Zezinho Corrêa, vocalista do Carrapicho, participou do “Domingo Show”, programa comandado por Geraldo Luís na Rede Record, explicando por onde “anda” o grupo.

Em entrevista exibida antes de entrar no palco, o artista disse que sentiu falta dos aplausos e mostrou um pouco da sua rotina em Manaus. Além de cantar no Carrapicho e em carreira solo, ele presta uma assessoria artística ao Serviço Social do Comércio (Sesc). A participação rendeu ao programa 18 pontos no Ibope.

“Foi uma história que voltou na minha cabeça. Eu revivi o momento do sucesso do Carrapicho. A plateia vibrou! Isso foi tão bom”, garantiu Zezinho Corrêa, que ainda foi homenageado por celebridades que são fãs do grupo amazonense. A cantora Ivete Sangalo, por exemplo, disse que foi um grande prazer gravar “Tic, tic, tac”.

“Eu não esperava pela entrevista dela, até porque sabemos que a Ivete é ligada à Rede Globo. Ela gravou o ‘Tic, tic, tac’ quando estava na Banda Eva. Para mim foi muito importante, pois hoje ela é considerada uma das maiores cantoras do País”, disse o cantor.

Convite feito

A Gaby Amarantos também deu o seu depoimento em relação ao trabalho do Carrapicho, dizendo ser fã e até fazendo um convite ao cantor amazonense. “Desse período de grande convivência, a Gaby foi com quem eu tive menos tempo. Tenho admiração pelo trabalho dela. Foi bom ouvir que ela gostaria de fazer um show comigo. Vou até providenciar isso”, brinca Zezinho, que ainda ensinou a coreografia do seu hit mais famoso no palco do “Domingo Show”.

Na telinha

Desde o “boom” da canção “Tic, tic, tac” na França e posteriormente em outros países, Zezinho frequenta programas de emissoras de televisão do mundo inteiro. Agora, ele ficou surpreso com os 18 pontos no Ibope, com a participação do Carrapicho no “Domingo Show”.

“Vivi grandes momentos nos programas de TV, eu fui a todos. Depois de 15 anos, volto para a televisão e alcanço esse número de audiência é algo gratificante. Isso quer dizer que é uma história que fiz e ficou marcada. Existem histórias que passam, mas as grandes histórias permanecem muito tempo. Eu consegui construir uma grande história”, comemora o artista, que vai para a França no dia 20 de setembro participar da gravação de um programa. Já no dia 27 deste mês, o Carrapicho realiza um grande show durante mais uma edição do Festival Amazonas de Música (FAM), às 20h. O grupo será homenageado nesta edição.

No Teatro Amazonas

Para o show que será realizado no dia 27 de setembro no Teatro Amazonas, Zezinho Corrêa quer levar integrantes antigos do Carrapicho. No repertório, somente grandes sucessos como “Ritmo Quente” e “Tic, tic, tac”. A ideia é fazer uma noite nostálgica, relembrando a melhor fase do grupo.

Amigos da estrada

Beto Jamaica e Compadre Washington, do grupo É o Tchan!, também prestaram a sua homenagem ao grupo Carrapicho e a Zezinho Corrêa.

Para fazer dueto

Gaby Amarantos disse que é fã do Carrapicho e falou sobre a força da música nortista, da Amazônia. Ela gostaria de cantar com Zezinho.

Agradecimento

Ivete Sangalo disse que foi um grande prazer gravar “Tic, tic, tac” quando estava na Banda Eva. Ela desejou o melhor para a carreira de Zezinho.

Publicidade
Publicidade