Publicidade
Entretenimento
MÚSICA

Banda Casa de Caba lança primeiro disco nesta quarta-feira (27), no Tacacá na Bossa

Álbum traz o registro de cinco faixas que já fazem parte do repertório do grupo, formado em 2012 27/07/2016 às 13:44
Show b0227 21f
Casa de Caba com os convidados do Maracatu Pedra Encantada (foto: Robert Coelho)
Rosiel Mendonça Manaus (AM)

Acaba de sair do forno o primeiro – e tão aguardado – álbum da banda amazonense Casa de Caba, que lança a versão física do trabalho na noite desta quarta-feira, durante o Tacacá na Bossa. O evento começa às 19h e vai contar com pré-shows do Maracatu Pedra Encantada e da Banda Transcendência. O acesso é gratuito.

Com cinco faixas produzidas por Bruno Prestes e uma faixa bônus produzida por Magaiver Santos (vocalista) e Isaac Guerreiro, o disco autoral reúne músicas já conhecidas do repertório da banda, como “A Tábua”, “Ogum” e “Cacto”, mas que amadureceram ao longo dos últimos quatro anos, quando o grupo entrou na ativa. 

O baixista Samir Torres conta que o processo foi trabalhoso e vinha sendo feito desde 2014. “Fizemos um trabalho muito meticuloso e com muito carinho. O Bruno foi ótimo, estamos bem satisfeitos com o produto final, acho que conseguimos passar nossa mensagem com clareza”, afirma.

Segundo ele, o longo processo de gravação se explica tanto pelo tamanho da banda, que conta atualmente com sete músicos, quanto pela dificuldade em conciliar agendas e levantar recursos para a gravação, custeada integralmente pela banda. Em fevereiro, a Casa de Caba chegou a realizar um grande evento de rua com esse objetivo. “Já estava mais do que na hora de lançarmos esse material, o público cobrava bastante”.

Samir conta que o evento de hoje também será gravado e posteriormente lançado em DVD ou na Internet. O fotógrafo Robert Coelho, o rapper Jander Manauara e Shakal Mam cuidarão do registro. O disco estará à venda no local, mas as músicas estarão disponíveis em plataformas de streaming a partir de quinta-feira.

Travessia

O show que a Casa de Caba fará hoje é o mesmo que a banda vem apresentando durante a circulação do projeto Sesc Amazônia das Artes. “Temos um repertório grande, mas escolhemos as 13 mais recentes para essas apresentações, incluindo as cinco que estão no disco. Queremos fazer um show forte e elétrico, para levantar a energia do pessoal”, completa o baixista, que faz uma avaliação positiva das viagens da banda por Estados da Amazônia Legal.

“Vamos realizar a segunda etapa da circulação entre os dias 8 e 16 de agosto, com shows em Pará, Mato Grosso, Amapá e outros lugares. A primeira etapa foi maravilhosa, a gente se surpreendeu tanto pela estrutura que os Sescs nos ofereceram quanto pela receptividade do público. Está sendo muito bom poder projetar a nossa música para locais diferentes”.

Formação

A Casa de Caba define o som seu como um “afrorock”, misturando ritmos e influências como o manguebeat, maracatu, afoxé e baião. Na formação atual estão Magaiver Santos (Voz e Violão), Jeorgio Claudino (Voz e Guitarra), Samir Torres (Voz e Baixo), Alfredo Jatobá (Flauta), Paulo Pereira (Percussão), Erika Tahiane (Percussão), Josias Moraes (Bateria) e Anália Nogueira na produção executiva.

Publicidade
Publicidade