Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
Vida

Beija-Flor ganha o carnaval do Rio de Janeiro com um enredo sobre a africana Guiné Equatorial

A escola de samba de Nilópolis, na Baixada Fluminense, foi a terceira a desfilar no Sambódromo, na madrugada de terça-feira (17)



1.jpg A Beija-Flor esbanjou sua tradicional riqueza de detalhes em um desfile sobre o país africano
18/02/2015 às 16:59

Com o enredo “Um Griô Conta a História: um Olhar sobre a África e o Despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos sobre a Trilha de Nossa Felicidade", a Beija-Flor é a grande campeã do carnaval do Rio em uma disputa ponta a ponto com o Salgueiro, conseguindo somar 269.9 pontos. 

A escola de samba de Nilópolis, na Baixada Fluminense, foi a terceira a desfilar no Sambódromo, na madrugada de terça-feira (17). A Beija-Flor esbanjou sua tradicional riqueza de detalhes em um desfile sobre a Guiné Equatorial, lançando um olhar mais específico sobre a África.



Uma série de símbolos da cultura do país africano foi mostrada na Marquês de Sapucaí, como os griôs, anciãos da África Ocidental que tinham a responsabilidade de estudar e reproduzir os saberes do povo. A colonização europeia e a escravidão foram outros temas abordados pela escola, que encerrou o desfile destacando os laços culturais entre a Guiné Equatorial e o Brasil.

O diretor de Carnaval da escola, Laíla, ficou muito emocionado ao ser lida a nota no quesito Evolução que confirmou o campeonato e caiu de joelhos na Praça da Aspoteose, agradecendo à comunidade da Baixada Fluminense pela vitória. "Oobrigada a minha bateria, obrigada meu povo. Eu amo carnaval e amo o que faço", disse chorando.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.