Publicidade
Entretenimento
Vida

Benefícios do programa detox para o corpo

Faxina geral: nutricionistas esclarecerem e dão dicas de como colher os benefícios do detox, adaptando receitas à realidade regional 27/10/2013 às 20:07
Show 1
O corpo humano acumula substâncias nocivas que prejudicam o bom funcionamento. Para ajudar nessa “limpeza” surgiu o programa detox, abreviação de detoxification
Lucy Rodrigues Manaus (AM)

Fazer uma faxina na casa ajuda a deixá-la com uma energia mais positiva, segundo o Feng Shui, método milenar de harmonização de ambientes criado pelos chineses. Partindo desse princípio, o corpo humano, que é um organismo vivo, também acumula “sujeira”, no caso, substâncias nocivas que prejudicam o bom funcionamento e muitas vezes até contribuem para o aparecimento de doenças. Para ajudar nessa “limpeza” surgiu o programa detox, abreviação da palavra inglesa detoxification, que significa desintoxicar, estimular o organismo a eliminar toxinas e deixá-lo livre para efetuar suas funções de regeneração e restauração.

Referência no assunto, a chef brasileira Andrea Henrique ganhou fama nacional e internacional levando seu programa personalizado de detox para atrizes como Giovanna Antonelli, Carolina Diekman e Débora Secco e até passou a atender príncipes e princesas europeus. Recentemente, ela lançou o livro Detox- Faça Você Mesmo o Seu (Alfa Livros), com receitas à base de frutas, verduras e legumes, acessíveis para toda a população. “Minha proposta através desse livro é que as pessoas aprendam receitas fáceis e práticas e tenham um verdadeiro aliado na busca por uma vida mais saudável”, afirma Andrea na publicação.

Para tirar as dúvidas sobre o programa de alimentação e emagrecimento mais famoso do momento, o Vida&Estilo convidou as nutricionistas Flávia Ignez, Jovana Benoliel e Luciana Santana, que, além de esclarecerem os pontos mais polêmicos, dão dicas de como colher os benefícios do detox, adaptando receitas e orientações para a realidade regional. Elas também dividiram suas receitas do suco verde, poderoso aliado na desintoxicação do organismo.

Como funciona?

Jovana Benoliel explica o processo de desintoxicação é indicado em alguns momentos específicos, como longos períodos de consumo de produtos que sobrecarregam e intoxicam o corpo, como, por exemplo, uso prolongado de remédios, consumo excessivo de produtos industrializados, viagens e até mesmo para pessoas que vão começar um programa de emagrecimento. “Esse processo de limpeza busca excluir substâncias difíceis de serem excretadas, como corantes, conservantes, agrotóxicos, produtos plásticos, por exemplo, liberados por quem usa muito micro-ondas, excesso de sódio, metais pesados e outras substâncias que podem sobrecarregar o organismo”.


Durante esse período, a recomendação é consumir alimentos que facilitem o processo de digestão e, temporariamente retirar aqueles que prejudicam: como carne, laticínios, farinhas, industrializados e alimentos que contenham glúten. O tempo médio do detox é de sete dias. “Durante esse período, a indicação é consumir alimentos naturais como frutas, verduras, grãos e legumes. No caso de nós amazonenses não temos tanto problema em retirar o pão, pois temos substitutos bastante nutritivos como a tapioquinha, o cará, a macaxeira e a pupunha, por exemplo”, sugere. Ela afirma ainda que para ajudar o corpo nesse processo é indispensável consumir bastante água e praticar atividade física. Ela também alerta para importância do acompanhamento profissional.

Escolhas e precauções

A nutricionista Luciana Santana enfatiza ainda a importância de escolher bem os alimentos usados no detox. “É fundamental optar por alimentos orgânicos, livres de agrotóxicos, pois são substâncias nocivas ao organismo”. De acordo com a personal Diet, que acabou de ter bebê e já está voltando à forma, o corpo dá alguns sintomas do acúmulo da alimentação inadequada ao longo dos anos. “Cansaço extremo, insônia, baixa concentração, mau funcionamento intestinal e inchaço podem ser sinais”.


Entre os benefícios listados por quem adere ao programa, segundo ela, estão mais disposição, pele e cabelo mais bonitos, melhor funcionamento do intestino e emagrecimento.

Sem radicalismo

Para a educadora física com especialização em nutrição esportiva, Flávia Ignez, todos podem tirar benefícios de receitas detox, como o suco verde, por exemplo. No entanto, ela não é adepta do programa radical. “Apesar de saber de casos em que esse tipo de dieta é indicada, como pessoas que bebem muito, comem muita gordura, nunca testei o detox nem receito aos meus pacientes. Acredito que não devemos fugir muito da realidade e mudar tanto assim. Em geral, se a pessoa se reeducar e fizer atividade física vai perder peso”, pontua.



Publicidade
Publicidade