Publicidade
Entretenimento
Cultura popular

Boi-Bumbá Corre-Campo comemora 74 anos de história e tradição em Manaus

Respeitando a tradição, o Corre-Campo e seus itens oficiais e diretoria saem pelas ruas do bairro Cachoeirinha, homenageando as mais de sete décadas de história do “Gigante Sagrado” 27/04/2016 às 15:20 - Atualizado em 27/04/2016 às 15:27
Show 3ff4d5e0 a6c4 4155 a1e6 adcbaebd4000
O aniversário será no dia 1º de maio, mas a comemoração é no sábado (30), no curral do bumbá, no Shopping Popular da Cachoeirinha, Zona Sul. A entrada é gratuita
ACRITICA.COM

Uma grande festa vermelha e branca está sendo preparada para homenagear os 74 anos do Boi-bumbá Corre-Campo, comemorados no próximo dia 1º de maio. A festa acontece neste sábado (30), a partir das 20h, no curral do bumbá, localizado no Shopping Popular da Cachoeirinha, Zona Sul da cidade. A entrada é gratuita.

Respeitando a tradição, o Corre-Campo, junto de seus itens oficiais e diretoria, saem pelas ruas da Cachoeirinha, homenageando as mais de sete décadas de história do “Gigante Sagrado”. Simultaneamente, no local da festa, o show fica por conta Carlinhos do Boi e Prince do Boi, seguidos das participações especiais dos bois Garanhão e Brilhante.

A partir das 22h, os donos da festa iniciam o espetáculo vermelho e branco, com homenagens à importantes figuras do bumbá, shows dos itens oficiais individuais e o tradicional ‘parabéns’. No evento, também será apresentada a nova voz do ‘Gigante Sagrado’.

O levantador de toadas Edilson Santana chega para somar com o time campeão do boi-bumbá Corre-Campo. "Estou muito feliz em chegar no Corre-Campo e ver uma equipe tão unida, dedicada, fazer parte de um boi que tem uma linda história no festival. Darei o meu melhor para contribuir com o bicampeonato", afirmou o levantador.

O presidente do bumbá, Alvacir Siqueira, ressaltou o quanto é importante manter acesa a chama da tradição do folclore amazonense. "Vamos andar com o boi pelas ruas, como fazemos todos os anos, homenagear as pessoas que colaboram para o sucesso do boi e fazer uma grande festa para a comunidade. O Corre-Campo merece todas as honrarias", disse o presidente.

Lançamento do CD

Logo após os parabéns e toda a festa protagonizada pelo boi Corre-Campo, é a vez do 'Pop da Selva' Arlindo Jr subir ao palco e dar continuidade ao espetáculo. Lançando o CD "É Todo Azul", o ex apresentador do boi-bumbá Caprichoso vai fazer a festa com o público que se fizer presente.

No repertório do artista, toadas de anos anteriores como 'O Ritmo é de Boi' e 'Paixão de uma Nação', não vão faltar. Toadas 2016 como 'Viva Parintins' e 'Somos Marujada de Guerra' também estarão no repertório do artista, para a alegria do público. O show de Arlindo Jr está previsto para iniciar as 23h30.

História e Tradição

Alguns jovens brincavam no Garrote Tira Teima, do Senhor Chico Beicinho, localizado na Rua Urucará, canto com a Rua Itacoatiara. Em 1942, o senhor Chico Beicinho resolveu encerrar as atividades do garrote. Os meninos ficaram desolados, sem saber o que fazer. No dia seguinte, um dos jovens (Tó) sugeriu a fundação de um boi-bumbá. A idéia foi acolhida com simpatia e na hora do banho refrescante nas águas límpidas no igarapé do Quarenta, entre um mergulho e outro, outro jovem (Pelica) perguntou: “E o Boi, vai sair ou não?” Então, chegaram à seguinte conclusão: a reunião seria dia 1º de maio de 1942, na casa do Ceará.

Enquanto a Agência Nacional de Notícias informava para todo o País o acidente ocorrido com o Presidente Getúlio Vargas, um grupo de jovens se encontrava reunido na casa 1140 da Rua Ajuricaba, no Bairro da Cachoeirinha, para fundar oficialmente um bumbá. Sentados em tamboretes, sob a luz bruxuleante de um lampião a querosene jacaré, estavam presentes: Astrogildo Santos (Tó); Wandi Guaromiro Santos (Miro); Dionísio Gomes (Tucuxí); Mauro Santos (Pelica); e Antônio Altino da Silva (Ceará). Naquela memorável noite ficou decidido, o boi ia sair mesmo. Só faltava o nome, pois ninguém queria repetir o nome dos bois já existentes. Pois, nos arredores, além do Violento, do Garantido, tinha também o Pai do Campo e o Flor do Campo. Depois de muita discussão, o Miro sugeriu que o nome do boi fosse Corre Campo. A ideia foi aceita e Corre Campo surgiu para mandar nos terreiros do Bairro.

O boi bumbá Corre-Campo é o atual campeão do Festival Folclórico do Amazonas. E para conquistar o bicampeonato, aposta no tema ‘Patrimônio do Povo’, fazendo também uma homenagem aos 60 anos do festival.

Serviço

O que: Aniversário do Boi-Bumbá Corre-Campo

Onde: Shopping Popular da Cachoeirinha (ao lado do Colégio da Polícia Militar)

Quando: 30 de abril (sábado), a partir das 20h

Quanto: entrada gratuita

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade