Publicidade
Entretenimento
DOIS PRA LÁ, DOIS PRA CÁ

Boi Garantido encerra gravação de CD 2018 e faz reunião inédita de artistas encarnados

A toada “A coisa mais linda do mundo” conta com as vozes do apresentador do Garantido Israel Paulain, além de artistas como Robson Júnior, Rycardo Lira, Salomão Rossy, Leonardo Castelo, Carlinhos do Boi e Márcia Novo 15/02/2018 às 20:49 - Atualizado em 15/02/2018 às 20:50
Show boi garantido
Todos os artistas reunidos durante a gravação da toada. Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

O Boi Garantido finalizou, na última terça-feira de Carnaval (13), as gravações do CD “Auto da Resistência Cultural” com as toadas para a temporada 2018. O trabalho terminou com pouco mais de 20 dias de gravações de vozes e instrumental, seguindo o planejamento definido pela equipe musical da Comissão de Artes do Garantido.

E um fato inédito marcou o fim do trabalho. A coordenação de produção conseguiu reunir seis dos principais levantadores de toada que defendem as cores do boi da Baixa do São José dentro do estúdio. Eles gravaram “A coisa mais linda do mundo”, do parintinense Emerson Maia, um dos maiores nomes da história artística do boi.

Junto do apresentador do Garantido Israel Paulain, os artistas Robson Júnior, Rycardo Lira, Salomão Rossy, Leonardo Castelo, Carlinhos do Boi e Márcia Novo gravaram a toada do perreché. O resultado foi comemorado por todos, inclusive pela coordenação da produção do CD.

“Cada toada tem um DNA. E essa toada do Emerson Maia remete muito ao formato antigo do boi. Então, a gente aproveitou a oportunidade para mostrar algo que é antigo no boi, mas é inédito no trabalho de gravação do CD, que é gravar com vários nomes juntos, de forma uníssona”, explicou Álder Oliveira, coordenador da equipe de produtores. Também participaram da produção do CD: Enéas Dias (compositor e componente da comissão musical do boi), Paulinho Dú Sagrado (compositor) e Valdenro Filho (produtor e músico).

Dentro do estúdio era visível a empolgação de artistas e técnicos. Levantador nos ensaios da Batucada, em Manaus, Leonardo Castelo disse que cada ensaio vai ser um evento marcante.

Filha de uma tradicional família de Parintins, Márcia Novo está chegando aos poucos ao universo da toada. E participar dessa gravação, junto dos outros levantadores, foi gratificante para ela. “Entrar nessa seara bovina masculina é muito bacana porque tem uma firmeza dentro de mim do que eu sou, do que eu acredito”, disse Márcia Novo.

Carlinhos do Boi e Rycardo Lira militam nos eventos do boi fora do festival há muito tempo e são figuras tarimbadas, especialmente se tratando de Carnaboi e Boi Manaus, realizados na capital, além de festas de boi no interior. “A gente quer só somar com o Garantido. E essa temporada está começando com o pé-direito”, disse Carlinhos.  Rycardo Lira falou, emocionado, sobre sua participação na gravação. “Este é o resgate da toada tradicional. Os artistas sendo convidados pra virem aqui cantar e gravar,” declarou Rycardo Lira.

Emoção e satisfação também expressadas por Salomão Rossy e Robson Júnior, dois conhecidos nomes da Música Popular Amazonense (MPA). Para eles, a expectativa do trabalho gravado foi um retorno para os artistas encarnados. “Essa é uma valorização do artista e este CD será um marco da história do Boi Grarantido”, avalia Robson.

Para Salomão unir todos cantando ao mesmo tempo será um dos diferenciais do CD 2018. “Quem vai ouvir vai perceber que tem um maior astral por conta dessa participação”, prevê Salomão sobre o resultado do CD.

Grandes talentos 

Com a reunião das seis artistas, o CD deste ano do Boi Garantido vai ter número recorde de vozes participando diretamente nas toadas. Foram pelo menos cinco vozes de apoio (backing vocals), um coro de vozes do pessoal do Comando Garantido, que gravou o som da galera, se juntou a voz do levantador oficial Sebastião Júnior, que vem acompanhado, em algumas toadas, de Márcia Siqueira, conhecida como a Rosa Vermelha do Garantido.

Israel Paulain, o apresentador encarnado, fecha o arsenal de vozes do Boi Garantido, sempre dando o toque inigualável de animação e alto astral. “O Garantido vem fazendo um trabalho especial, simbolizando o Auto da Resistência Cultural, lembrando Lindolfo Monteverde, o criador do boi Garantido”, declara Israel Paulain.

Ao todo, o CD “Auto da Resistência Cultural” terá 21 toadas gravadas. Foram mais de 30 dias de gravação, trabalho realizado no ABM Estúdio, em Manaus. Agora, virão as fases de mixagem e masterização, seguindo para a confecção do CD físico. O lançamento do trabalho, anunciado pela diretoria do Boi Garantido, será no dia 24 de março, na Cidade Garantido, em Parintins. Em Manaus, o evento será no final de semana seguinte, dia 31.

Publicidade
Publicidade