Publicidade
Entretenimento
Vida

Brigitte Bardot manda carta para produtores de festival em Búzios (RJ) elogiando a cidade

O teor da carta é de emoção e gratidão, e a atriz não se contém ao falar de sua relação com Búzios. Nas palavras dela: 'Foi nesta pequena cidade perdida e desconhecida que eu fui mais feliz' 21/11/2014 às 17:12
Show 1
Bardot e a cidade têm uma relação que data do auge da carreira da atriz, na década de 60
Lucas Jardim Manaus (AM)

Apesar de ter se afastado da mídia e se dedicado mais ao ativismo pelos direitos dos animais após a década de 1970, a eterna musa do cinema Brigitte Bardot surpreendeu os produtores da 1ª Mostra Búzios-France mandando-lhe uma carta na qual elogia a cidade fluminense.

O teor da carta, endereçada ao prefeito do município, André Granado, e à produtora cultural Cintia Sod, organizadora do evento, é de emoção e gratidão, e a atriz não se contém ao falar de sua relação com Búzios. Nas palavras dela: "Foi nesta pequena cidade perdida e desconhecida que eu fui mais feliz".

O festival, que está em sua primeira edição, busca promover os laços que a França tem com a cidade, laços esses largamente criados por Bardot, que causou sensação ao visitar o local em 1964 na companhia do então namorado Bob Zaguri, um produtor marroquino que manteve longa residência no Brasil.

Reconhecendo esse fato, a primeira edição da mostra homenageará a estrela francesa, exibindo quatro de seus mais famosos filmes: "E Deus Criou a Mulher" , "O Desprezo", "Vem Dançar Comigo" e "Garota Levada". Um documentário sobre a vida de Brigitte também está na programação.

Reconhecimento

Búzios deve boa parte (ou a totalidade) de sua fama internacional à visita de Brigitte Bardot. Na época, a localidade, que era somente um distrito de Cabo Frio, se viu sob as lentes do jornalismo mundial, que buscava imagens da estrela, então no auge da fama.

A isolada vila de pescadores acabou se tornando um balneário de referência mundial e homenageou sua diva de acordo: o único cinema da cidade, aberto em 1994, se chama Gran Cine Bardot. Além disso, um trecho de sua orla também leva o sobrenome da artista e é decorado com uma estátua de bronze dela. Criada por Christina Motta e inagurada em 1999, ela completa 15 anos neste mês.


O festival

Além dos filmes da francesa, a mostra, que começa neste sábado (22) e vai até terça-feira (25), exibirá outras produções e co-produções francesas na cidade fluminense, dentre as quais destacam-se dois longas inéditos nos cinemas brasileiros. Um deles, "Paixões Unidas", acompanha a história da Fifa desde sua criação até o dias atuais. O outro, "Salaud, On T’Aime", é o mais novo filme do cineasta francês Claude Lelouch, famoso por dirigir o clássico de 1966, "Um Homem, uma Mulher", vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes e do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Búzios já emendará uma festividade do cinema com outra: ao término das atividades da 1ª Mostra Búzios-France, terá início o Búzios Cine Festival. O tradicional evento, que já está em sua vigésima edição, começará na quarta-feira (26) e irá até domingo (30).

A carta

Confira agora uma tradução da carta de Bardot na íntegra:

"St. Tropez - Novembro de 2014

Viva Búzios

Foi nesta pequena cidade perdida e desconhecida que eu fui mais feliz.

Não tinha nada, nem mesmo eletricidade -- mas paisagens sublimes e selvagens, e praias desertas, praias de sonho! 'Feradura', 'Juan Fernandes'! Mas isso foi há muito tempo… Hoje Búzios mudou, como St. Tropez, e virou um balneário que está na moda, conhecido no mundo inteiro e muito badalado! Estou muito orgulhosa de inaugurar essa Mostra 2014, que exibirá 4 filmes meus. Tenho um grande amor pelo Brasil e pelos brasileiros, sou como eles, gosto de dançar, cantar, gosto do sol, do mar e mais que tudo gosto dos animais, não esqueçam disso. De longe mando todo o meu amor… 'me gusta da voce'!

Brigitte Bardot"

Publicidade
Publicidade