Publicidade
Entretenimento
Buzz

Caetano Veloso, Ivete Sangalo e outros brasileiros são premiados no Grammy Latino

Além disso, Maria Rita levou o prêmio de Melhor Álbum de Samba, Marisa Monte conquistou Melhor Álbum de Música Popular Brasileira e Sérgio Reis faturou o de Melhor Álbum de Música Sertaneja 21/11/2014 às 15:13
Show 1
Brasileiros vencedores do Grammy Latino 2014
reuters ---

Enrique Iglesias e o cantor uruguaio Jorge Drexler foram os grandes vencedores do Grammy Latino, nesta quinta-feira (20), numa cerimônia em que a política de imigração dos Estados Unidos foi tema de destaque.

Iglesias recebeu três Grammys Latinos, incluindo canção do ano, enquanto Drexler e a cantora franco-chilena Ana Tijoux venceram o prêmio de gravação do ano pela canção "Universos Paralelos".

 Nas oito categorias brasileiras do prêmio, saíram vencedores Aline Barros, com 'Graça' (Melhor Álbum de Música Cristã de Língua Portuguesa), Ivete Sangalo, com 'Multishow Ao Vivo - Ivete Sangalo 20 anos', na categoria Melhor Álbum de Música Pop, e Erasmo Carlos, com Melhor Álbum de Rock por 'Gigante Gentil'.

Além disso, Maria Rita levou o prêmio de Melhor Álbum de Samba com 'Coração a Batucar', Marisa Monte conquistou Melhor Álbum de Música Popular Brasileira com 'Verdade, uma Ilusão' e Sérgio Reis faturou o gramofone de Melhor Álbum de Música Sertaneja com 'Questão de Tempo'.

Por fim, o grupo Falamansa levou com 'Amigo Velho' o Grammy de Melhor Álbum de Música de Raiz, e Caetano Veloso conquistou com 'A Bossa Nova é F**a' o prêmio de Melhor Canção Brasileira. A cantora Anitta subiu ao palco e cantou o hit "Zen", em português e espanhol.

O violonista espanhol de flamenco Paco de Lucía, morto este ano, cujo disco "Canción Andaluza" recebeu o prêmio de melhor álbum do ano no Grammy Latino, principal honraria da indústria musical latina. O músico renomado morreu de um ataque cardíaco em fevereiro, aos 66 anos.

Mas a política norte-americana teve tanto destaque quanto a música durante a cerimônia em Las Vegas transmitida pela TV, principalmente o novo decreto do presidente dos EUA, Barack Obama, que autoriza 5 milhões de imigrantes sem documentos a ficar e trabalhar no país.

O início da cerimônia foi precedido pelo discurso de Obama, no qual ele anunciou o novo decreto de imigração, um assunto central para os hispânicos norte-americanos.

A plateia aplaudiu ao fim do discurso de Obama, e Iglesias deu sua opinião ao receber o prêmio de melhor canção do ano por "Bailando", em uma transmissão de vídeo a partir de Paris.

"Hoje é uma noite histórica não somente para todos os artistas latinos, mas para todos os latinos que vivem nos Estados Unidos", disse o espanhol de 39 anos.

O cantor colombiano Carlos Vives, que ganhou dois prêmios, dedicou seu Grammy Latino de melhor álbum tropical contemporâneo do ano, por "Mas + Corazón Profundo", ao presidente Barack Obama.

O 15º Grammy Latino, transmitido nos Estados Unidos pela rede de TV em língua espanhola Univision, foi apresentado pelos atores mexicanos Jacqueline Bracamontes e Eugenio Derbez. Os vencedores foram escolhidos por integrantes da Academia Latina de Artes e Ciências.

(Reportagem adicional de Alicia Avila em Los Angeles)



Publicidade
Publicidade