Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
Gourmet

Café da manhã: Comece o dia em família com sabores, variedade e muita saúde na mesa

Considerada a refeição mais importante do dia, desjejum pode ser mais do que pão com manteiga e café com leite



PORTAL_CAF_.JPG Ana Sara sempre preparar um 'banquete' para compartilhar com o filho, Carlos Eduardo
08/08/2016 às 14:54

Acordar cedo, arrumar as crianças para a escola, colocar ração para o cachorro e correr para não chegar atrasado ao trabalho. Não importa qual é a rotina diária de cada família, com tantos compromissos, a maioria enfrenta uma verdadeira “batalha” contra o relógio. E, nesse corre-corre, muitas abrem mão de tomar café da manhã. Entretanto, é possível se alimentar bem, com receitas simples e organização.

É assim na casa da assistente social Ana Sara e do bancário Eduardo Almeida, ambos de 29 anos. Ela gosta de planejar um cardápio variado para o marido e o filho, Carlos Eduardo, 3. As opções vão desde frutas, grãos (aveia, granola, castanhas), uvas passas, pasta de amendoim, mingau (de banana ou mungunzá) e carboidratos, como tapioca, cará, macaxeira, cuscuz, torrada e pão integral.

“Seguimos uma dieta baseada em frutas, cereais, grãos, castanhas e fontes naturais de carboidratos”, diz a mãe, ao ressaltar a importância do desjejum. “Se queremos energia para dar conta de todas as atividades, precisamos nos abastecer quando o dia começa. É como fazer uma viagem de carro. Precisamos abastecê-lo antes de viajar e não depois, porque correremos o risco de nem chegar ao destino”, compara.

‘Crie o hábito’

Na opinião de Ana Sara, independentemente da correria, é possível ter hábitos saudáveis, sem pular a primeira refeição do dia. Entretanto, não adianta ficar somente no “café com pão”. Um dos segredos é variar os tipos de frutas, ou preparar algo prático. Quando precisa sair cedo, por exemplo, ela prepara uma vitaminada com banana, mamão, maçã, leite de soja, castanha, aveia, granola, uvas passas, gergelim e linhaça.

“Não fique no cafezinho com pão e manteiga. A primeira refeição do dia deve ser reforçada. O nosso rendimento dependerá muito de como provemos ao corpo a nutrição e energia necessárias para o pleno funcionamento dele. Só é acostumar, criar a rotina, que dá tudo certo”, afirma. “Você não precisa viver só na reserva, igual carro abastecido no fim do dia, desgastando peças e correndo o risco de parar a qualquer momento”, ressalta.

Nutricionista: ‘é preciso repor a energia’

Segundo a nutricionista Izabela Moura, 25, especialista em fitoterápicos e suplementação esportiva, o café da manhã é, sim, a refeição mais importante do dia. A afirmação, apesar de considerada quase um clichê, deve ser levada a sério também pela relação do desjejum com a saúde do corpo e a manutenção do peso ideal.

“É nessa etapa da alimentação que fazemos a reposição da reserva de energia utilizada após um longo período de jejum noturno (8 a 12 horas). É no café da manhã que as funções do aparelho digestivo são restabelecidas, etapa essencial para acelerar o metabolismo no resto do dia e até para evitar doenças nesses órgãos”, explica.

Há dois anos na área, a profissional ressaltou que, quando não se faz essa primeira refeição diária, o corpo passa a utilizar nutrientes e fontes internas de energia. A conseqüência é a alteração de todo o seu funcionamento, inclusive, de algumas funções do cérebro. Pessoas habituadas à refeição matinal, afirma, têm melhor desempenho durante o dia.

“Ao contrário do que muita gente pensa, pular o café da manhã não emagrece. Pelo contrário: só fará com que o corpo chegue mais faminto e preguiçoso ao almoço. O fracionamento das refeições ao longo do dia, com a inclusão do desjejum, contribui para o metabolismo energético adequado, acelerando a queima calórica”, declara.

DESTAQUE

De acordo com uma pesquisa da Escola de Saúde Pública de Harvard publicada este ano, pessoas que pulam o café da manhã aumentam em 25% as chances de ter um enfarte ou sofrer de doenças cardíacas. E mais, um café da manhã saudável, ajuda a tomar decisões mais inteligentes quanto a alimentação do dia, além de melhorar o desempenho intelectual.

RECEITA 1 – Fruta com cereais Ana Sara Almeida

Ingredientes: 1 banana; 1 mamão; castanhas do Pará, granola e farinha de côco;

Modo de fazer:

1. Lave bem as frutas (mamão deve ser por fora e dentro);

2. Tire a polpa do mamão e corte em cubinhos;

3. Corte uma banana em rodelas;

4. Misture bem as duas frutas;

5. Monte as camadas da seguinte forma: um pouco de frutas, um pouco de aveia; até acabar os pedaços;

6. Cobertura: aveia, castanha do Pará ralada, granola e farinha de côco;

RECEITA 2 - Pãezinhos de cereais – “Cozinha vegana para o dia a dia” (Gabriela Oliveira)

Ingredientes:

1½ xícara (chá) de farinha de trigo sem fermento

1 xícara (chá) de farinha de trigo integral

3 colheres (sopa) de farinha de centeio

3 colheres (sopa) de fubá

2 colheres (sopa) de flocos de aveia finos

1 colher (sopa) de linhaça moída

20 g de fermento biológico fresco ou 10 g de fermento biológico seco

1 xícara de água morna

1 colher (chá) cheia de sal

1 colher (sopa) de azeite, mais um pouco para pincelar

Flocos de aveia, gergelim, linhaça e sementes de abóbora para cobrir

Modo de preparo:

1. Num recipiente grande, misture as farinhas, o fubá, os flocos de aveia, a linhaça e o fermento esfarelado. Num pequeno, coloque a água morna, dissolva bem o sal e o azeite. Faça uma cova no centro das farinhas e despeje a mistura líquida, mexendo bem para incorporar.

2. Enfarinhe os dedos e amasse, puxando a massa das pontas para o centro, até formar uma bola macia e elástica. Com uma faca, corte a massa em 8 partes iguais e modele bolinhas com as mãos umedecidas em azeite.

3. Transfira as bolinhas de massa para uma assadeira forrada com papel-manteiga. Pincele-as com azeite e polvilhe flocos de aveia e sementes por cima.

4. Aqueça o forno por 2 minutos a 50 °C e desligue. Coloque a assadeira dentro do forno e deixe os pães crescerem durante 30 minutos ou até duplicarem de volume.

5. Aumente a temperatura para 180 °C e coloque no assoalho do forno um recipiente com água quente, para dar umidade ao pão. Deixe assar durante 20 a 25 minutos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.