Publicidade
Entretenimento
Vida

Cantor Marcos Almeida abre turnê de show que mistura gospel, rock e MPB em Manaus

No espetáculo, ele vira uma banda de um homem só, tocando diversos instrumentos e utilizando loops para criar camadas de ritmos e harmonias 10/06/2015 às 20:09
Show 1
Turne "Eu Sarau" é a primeira do cantor após sua pausa dos trabalhos com o grupo Palavrantiga
Lucas Jardim Manaus (AM)

O cantor e compositor mineiro Marcos Almeida abrirá a turnê de seu disco “Eu Sarau” em Manaus nesta quinta-feira (11).A apresentação, sua primeira na capital amazonense, divulga o disco “Eu Sarau”, seu primeiro desde sua pausa nos trabalhos com grupo Palavrantiga. “Não fechei as portas [com o grupo]. Tirei um ano sabático e agora retorno sozinho”, disse Marcos, em entrevista ao A CRÍTICA.

Seu show é solo no sentido clássico do termo: durante o repertório, composto quase que exclusivamente de composições próprias, ele se transforma em uma banda de um homem só e toca diversos instrumentos, utilizando loops para criar camadas de ritmos e harmonias, com bastante improvisação, segundo ele. 

Marcos aposta no contexto intimista para se conectar com a plateia, chegando até abrir espaço para um bate-papo com o público depois das apresentações, mas ele não se atém a isso. “Ah, no final, [o show] já fica um negócio mais rock’n’roll, comentou, risonho. 

Vocabulários musicais

Muitas das composições de Marcos almejavam servir de ponte entre os vocabulários musicais da música rock, do gospel e da MPB, comunicação que está ganhando força, segundo ele.

“A galera já está entendendo que essas categorias são artefatos criados pelo homem e que nós podemos ‘descriar’. [Além disso], você vê que aquela força espiritual que tem a música nascida na igreja já tá transpirando na música popular. O samba, por exemplo, tem muito de conteúdo espiritual, mas nem por isso ele é considerado uma música religiosa”, comentou.

Ele disse que vê a classificação de “música gospel” como defasada. “A própria turma [de artistas ditos gospel] que está chegando ao ‘mainstream’ não está mais utilizando desse discurso, pois ele serviu há 25 anos, mas hoje acho que essas barreira já estão bem diluídas. Eu defendo que a gente vive um momento pós-movimento gospel. A crítica acha que eu exagerei, mas se você acompanhar, você vê  que o  discurso da galera está mudando no sentido de se desgrudar [desse rótulo] e se encarar como artista brasileiro. Ponto”, concluiu o cantor.

Serviço

O que é? Show “Eu Sarau”, de Marcos Almeida

Quando é? Quinta-feira (11), às 21h

Onde é? Teatro Manauara, localizado na av. Mário Ypiranga Monteiro, Adrianópolis

Quanto é? R$ 30 (meia)/ R$ 60 (inteira)

Publicidade
Publicidade