Sábado, 14 de Dezembro de 2019
Música

Cantor Nilson Chaves exalta a cultura regional nesta quarta (20) durante show

No repertório estão músicas dos grupos Raízes Caboclas e Imbaúba, além de toadas eternizadas na voz de David Assayag



73736.JPG Além dos sucessos de sua carreira e das canções do novo disco “Amores”, lançado por um selo japonês, Nilson fará um especial  dedicado ao carimbó durante a apresentação. (Divulgação)
16/04/2016 às 14:54

“Precisamos bater no peito e dizer: eu sou nortista”. A frase expressa bem o que, de uns anos para cá, vem sendo a linha artística de Nilson Chaves. Paraense de amor  “cantado” a Belém, marca registrada de seu trabalho, o cantor  mostra a nova fase da carreira para público de Manaus  nesta quarta, véspera de feriado, no Clube Municipal, a partir das 20h.

“Belém é meu berço, onde nasci, é natural falar das coisas de lá. Mas de uns 15 anos para cá, tenho um visão muito mais ampla sobre o regionalismo. Somos mais, somos amazônidas. A gente precisa ter mais orgulho disso, o mundo está com olhos virados para nós”, ressalta Nilson. “Quando você pergunta de alguém do Nordeste onde ele nasceu, a primeira coisa que ele responde é: ‘sou nordestino’. Depois ele fala o Estado. É disso que estou falando”, comenta. 



A valorização regional, de acordo com ele, se faz cada vez mais necessária, especialmente diante do momento político e econômico que o País vive. O músico, que sempre teve como característica de sua arte uma leitura crítica da sociedade, ressalta que alguns de seus sucessos antigos continuam atuais por questionarem o contexto brasileiro, como é o caso de “Não vou sair”. “Veja só, essa música foi composta na época da ditadura militar, mas parece que foi ontem. Muita gente está deixando ou querendo deixar o País. Precisamos pensar e agir sobre isso”.  

Além dos sucessos de sua carreira e das canções do novo disco “Amores”, lançado por um selo japonês, Nilson fará um especial  dedicado ao carimbó durante a apresentação. Ele será acompanhado pelo percussionista local João Paulo. “Meu novo disco foi o primeiro que não produzi diretamente, fui só gravar. Fala de amor, das mais diferentes formas de amar. Estou muito feliz com resultado”. 

Pré-show

O evento também terá amazonense na programação. O cantor Sandro Passos fará abertura da noite com um show que segue a linha das músicas amazônicas. 
“Vamos tocar canções dos nossos artistas locais, com uma roupagem nova”, diz Sandro.

No repertório, estão músicas de Raízes Caboclas, David Assayag, Imbaúba entre outros. Sandro será acompanhado pelo violinista Adalberto Holanda, os violonistas Márcio Lima, da Orquestra de Violões do Amazonas (Ovam), e Sandalo Melo, além de  João Paulo. “Vamos ter a participação especial do Claudior Passarinho”, diz. 

Serviço

Quando: quarta, às 20h

Onde:  Clube Municipal (av. Torquato Tapajós, Flores)

Ingressos: R$ 30

Ponto de vendas: Objeto de Papel do  Amazonas Shopping, Cachaçaria do Dedé do Parque 10 e Restaurante Fish Maria da Djalma Batista e da Estrada do Aeroporto.

Informações: (92)99112-7162/ 99274-6180;


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.