Domingo, 08 de Dezembro de 2019
Música

Cantor Tom Cleber faz show especial para o Dia dos Pais em Manaus

O cantor, além de cantar sucessos como “Diz Coração” e “Indecisão”, vai divulgar no show o seu mais recente disco, chamado “Boteco do Tom”, lançado em julho



tom.jpg (Foto: Reprodução/Internet)
13/08/2017 às 14:51

Muita gente que não conhece o show do cantor maranhense Tom Cleber acha que o artista só canta voz e violão, o que não é exatamente verdade. “O repertório dos meus shows são bem ecléticos e dançantes”, coloca ele, que vai se apresentar  num jantar-show em comemoração ao Dia dos Pais neste domingo (13), a partir das 19h, na Peixaria Terra Brasil (Rua Itaqueraima, 325, bairro Novo Aleixo).

O cantor, além de cantar sucessos como “Diz Coração” e “Indecisão”, vai divulgar no show o seu mais recente disco, chamado “Boteco do Tom”, lançado em julho. No álbum de 20 faixas, o cantor regravou músicas de outros artistas como Paulinho Moska, a exemplo de “Meu nome é saudade de você”. “É uma música que ouvi na voz da Roberta Campos, foi gravada por ela também. Ouvindo, eu concluí que era uma música linda e que tinha a ver com minha linha. É uma música não tão conhecida do Paulinho”, conta ele.



Além de músicas não tão conhecidas, Cleber colocou no CD regravações de clássicos da MPB, como “Jardim da Fantasia”, de Paulinho Pedra Azul. E entre faixas conhecidas e desconhecidas, ele construiu um CD instrumentalmente limpo. “Esse CD é como um disco para boteco mesmo. Nele usamos violões, percussão, contrabaixo e voz. Tem algumas músicas que recebem acordeon, como ‘Jardim da Fantasia’, cujo acordeon que colocamos não tem na música original. Usamos elementos acústicos, nada de muita coisa”, afirma Tom.

Resgate

De certa forma, o último disco resgata as origens musicais de Cleber – o cantor tem 15 álbuns lançados na sua carreira. “Eu surgi assim, cantando voz e violão. Era uma cobrança que eu tinha do público, que dizia ‘Você nunca mais gravou assim’. O meu primeiro disco, em que fiz sucesso, era só eu e o violão. Mas a gente sempre acha que fica faltando alguma coisa (risos)”, coloca ele, que em 2006 ganhou Disco de Ouro com o CD/DVD “Tom Cleber Acústico”, o qual vendeu 50 mil álbuns e 30 mil DVD’s.

Para o restante de 2017, Tom Cleber assegura que seus projetos rondam a divulgação deste novo álbum. Outro DVD, por exemplo, não está nos planos do cantor. “Tem um ano e meio que gravei o último DVD, sendo uma coisa que hoje é mais para você jogar na Internet, além de ser um projeto caro e diferente do CD. Disco você grava todo o ano. Já com DVD você tem que dar um tempo, porque você tem que lançar novas músicas para jogar em um show e depois, planejar as imagens e etc.”, comenta ele.

O artista não consegue mais contabilizar quantas vezes veio a Manaus, cidade em que tem público cativo. “Me perguntam quantas vezes já vim na cidade e eu digo que não lembro (risos). Já cantei em vários lugares aqui e sempre tivemos um carinho muito grande do público. É sempre muito bom, e um sinal disso é que sempre estou voltando. Se o público não gostasse, eu não viria tantas vezes”, completa Tom.

Serviço

O quê: Jantar do dia dos Pais, com Tom Cleber

Quando: Domingo (13) a partir das 19h

Onde: Peixaria Terra Brasil (Rua Itaqueraima, 325, bairro Novo Aleixo)

Quanto: R$ 140 reais (mesa para quatro pessoas)

Infos: (92) 99207-1736


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.