Publicidade
Entretenimento
HOMENAGEM

Cantora Isabella Taviani lança disco só com músicas da dupla The Carpenters

“Carpenters Avenue” é o primeiro trabalho de Taviani apenas como intérprete, e para ela, foi difícil selecionar as canções do repertório. Entre as parcerias, estão: Close to You [feat. Dionne Warwick] e Sometimes (feat. Monica Mancini) 13/06/2016 às 19:16 - Atualizado em 14/06/2016 às 11:57
Show isabela2
“Eu sou uma mera coadjuvante desta avenida, mas ‘Carpenters Avenue’ é o meu próprio caminho contado em todas as pedras!”, revela a cantora carioca
Alexandre Pequeno Manaus (AM)

Isabella Taviani esperou por seis anos até que pudesse realizar um dos seus maiores sonhos pessoais e profissionais: o lançamento de um disco totalmente em homenagem a dupla norte-americana The Carpenters (Karen e Richard Carpenter). Intitulado “Carpenters Avenue”, o sexto álbum da cantora carioca, já está disponível nas lojas e plataformas online de música. "É um álbum leve, romântico, quando fechamos os olhos ele faz a gente viajar no tempo", define a cantora.

O primeiro contato da cantora com o duo foi durante a infância. Ela ouvia vários estilos de música com uma prima, e de repente, a prima resolveu tocar "Please Mr.Postan" e "Only Yesterday”, em 1975. "Minha paixão foi instantânea, falávamos que as canções estavam no topo das paradas de sucesso. Karen foi fundamental na minha carreira. Ela me fez querer ser cantora", conta.

Algum tempo depois, essa menina, então com 15 anos, participou de um festival estudantil e recebeu cinco dos nove prêmios em disputa. Animada pelo resultado começou a estudar canto lírico, influenciada pela mãe pianista e pelo avô cantor de ópera. A soprano dramática Isabella era fã de Maria Callas e Renata Tebaldi.

Porém, a paixão pela MPB fez Isabella recusar o convite para estudar canto lírico em Milão aos 22 anos e persistir na luta pelo reconhecimento no seu País. Desde então foram 6 álbuns e 2 dvds e um enorme carinho dos fãs, que resultam até em tatuagens com retratos, logomarcas, trechos de músicas e o nome de Isabella.

O álbum

O embrião do projeto foi iniciado em 2010, antes do lançamento do quinto álbum de Isabella "Eu Raio X". Juntamente com Clemente Magalhães, a cantora produziu duas faixas, como uma espécie de teste e curiosidade pessoal de interpretar Carpenters. "Gravamos ‘Superstar’ e ‘A song for You’ em uma sonoridade Folk. Queria distanciar um pouco do tão marcante piano de Richard e trazer as canções para meu violão", explica.

O tempo foi passando, ela gravou o disco "Eu Raio X", depois o DVD de mesmo nome. "Mas aquele projeto Carpenters continuava a me beliscar a alma", conta. Isabella disse que recebeu um telefonema de Los Angeles do produtor musical Rodrigo Rios. Ele tinha ouvido algumas gravações suas e se colocou à disposição para produzir o que ela quisesse em L.A. Era a hora de revisitar o projeto adormecido de homenagear os Carpenters.

“À princípio achei bobagem. Por que EUA? Para dizer que gravei fora do País!? Isso não me enchia os olhos nem os ouvidos! Ele insistiu...e durante os muitos papos pelo telefone, eu fui "beliscada" de novo! Bem aí, tudo se encaixou”, afirma.

Por isso, o repertório foi divido em duas partes: uma produzida no Brasil, com o pianista, arranjador e compositor Marco Brito e uma "costura" com a sonoridade americana. Em 2014, a produção ficou: Brasil (We've Only Just Begun,Please Mr. Postman,Only Yesterday,Eventide,Calling Occupants of Interplanetary Craft,Rainy Days and Mondays) e EUA (Solitaire,[They long to be] Close to You,For All We Know,l Can't Smile Without You,Sometimes,Love me for What I am).

A partir daí, a cantora seguiu para os Estados Unidos, em outubro de 2014, para gravar as bases no lendário estúdio da gravadora Capitol Records. Para essa parte do projeto, foram selecionados os músicos: Larry Goldings, Leland Sklar, Brandon Fields, Cheche Allara.

Parcerias internacionais

“Carpenters Avenue” é o primeiro trabalho de Taviani apenas como intérprete, e para ela, foi difícil selecionar as canções do repertório. “Só 14 faixas? Como assim? Não dá! Como fã convicta, talvez tenha pecado um pouco ao optar por músicas não tão ‘Lado A’, como ‘Love Me For What I Am’, ‘Sometimes’ e ‘Eventide’. Mas a vontade de cantar essas músicas era muito mais forte que o pensamento comercial”, revela Taviani.

“Close to You”, por exemplo, foi gravada em dueto nos Estados Unidos com o grande nome do R&B e soul americano Dionne Warwick, melhor amiga de Karen Carpenter.

Em passagem pelo Brasil, entre abril e maio deste ano, Dionne Warwick convidou Isabella Taviani para dividir os palcos, interpretando o dueto gravado especialmente para o disco. “Ela me convidou às vésperas de eu começar a realizar alguns shows. Participei em três cidades com ela, e à medida que fomos cantando, fui aprendendo muitas coisas. Me elogiou bastante”, conta.

Outra participação internacional em “Carpenters Avenue” é a de Monica Mancini, filha do compositor, pianista e arranjador Henry Mancini. “Sometimes”, composição de Henry, é cantada por Isabella e Monica.

“Carpenters Avenue”

1. We've Only Just Began

2. (They Long to Be) Close to You [feat. Dionne Warwick]

3. Only Yesterday

4. For All We Know

5. Superstar

6. Rainy Days and Mondays

7. Please, Mr. Postman

8. Solitaire

9. Sometimes (feat. Monica Mancini)

10. Can't Smile Without You

11. A Song for You

12. Love Me for All I Am

13. Calling Occupants of Interplanetary Craft

14. Eventide

Publicidade
Publicidade