Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021
Música

Cantora Karine Aguiar participa de festival internacional de MPB

Evento intitulado 'Bossa Nova & Beyond' é promovido por fundação sediada em Nova Iorque e será transmitido pelo canal da Brazilian Music Foundation no YouTube



a1217-3r_0094E2B9-CECC-4101-8A3E-1ECBF619B556.jpg Karine também é compositora, escritora e pesquisadora dos sons da Amazônia (Foto: Divulgação)
18/09/2021 às 11:46

A cantora amazonense Karine Aguiar e seu quarteto “Jungle Jazz” foram convidados a participar do I Festival Internacional de MPB, promovido pela Brazilian Music Foundation (BMF) de Nova Iorque, intitulado “Bossa Nova & Beyond”. A artista sobe ao palco para cantar os clássicos da MPB “Aos Nossos Filhos” (Ivan Lins e Vitor Martins) e “Coisa Mais Linda” (Carlos Lyra). O evento será transmitido pelo canal da Brazilian Music Foundation no YouTube, nos dias 18 e 19 de setembro, às 16h (horário de Brasília).

“A minha participação nesse festival se dá a partir de um convite feito pela própria Brazilian Music Foundation, que divulga a cultura e a música brasileira, tanto em Nova Iorque, como no mundo inteiro. Eles fazem um trabalho muito sólido, de difusão da cultura brasileira. Eles tinham acesso ao meu trabalho de outros momentos. Então fizeram esse contato e aceitamos com maior prazer. Foi uma honra”, destaca a artista Karine Aguiar.

A line up do festival traz grandes nomes da MPB e Bossa Nova, como o do compositor e arranjador Roberto Menescal, da cantora Paula Santoro e o cantor Tony Gordon, vencedor da edição do The Voice Brasil em 2019. Outro artista a marcar presença no evento é Daniel Conti. O cantor e compositor paulistano, que é multipremiado em grandes festivais da canção em nível nacional, faz uma participação especial com Karine e seu quarteto.

A parceria entre a artista e o quarteto “Jungle Jazz” perdura há quase 10 anos. Assim como Karine, os integrantes do grupo também são amazonenses. Anderson Farias (piano), Hudson Alves (contrabaixo), Marcelo Figueiredo (violão/guitarra) e Ygor Saunier (bateria/percussão amazônica) trabalharam sob a direção musical do baixista Hudson Alves, responsável pelos arranjos das músicas que serão apresentadas no festival. A apresentação é apoiada pela Casa Som Amazônia e a direção executiva é da Saunier Music Produções.

O festival

Músicos profissionais de diferentes partes do mundo se apresentam no “Bossa Nova & Beyond”. O título do I Festival Internacional de MPB é uma referência às mudanças na música brasileira que vão da Bossa Nova para a MPB. Em outras palavras, é uma nova forma de tocar e interpretar a música pop brasileira.

O repertório surge da seleção de mais de 20 compositores brasileiros e mais de 40 sucessos que passeiam por estes dois gêneros musicais. “Esse é um festival em que a própria curadoria selecionou 40 canções emblemáticas da MPB e da Bossa Nova e enviou para nós – artistas – para escolhermos o que queríamos cantar. Cada artista escolheria duas músicas e eu escolhi ‘Aos Nossos Filhos’, uma composição de Ivan Lins e Victor Martins, que ficou muito famosa na voz de Elis Regina e escolhi também a Bossa Nova ‘Coisa Mais Linda’, do Carlos Lira”, relembra Karine.

A artista

Karine Aguiar canta profissionalmente desde 2007. Ela também é compositora, pesquisadora e escritora. A artista foi à Nova Iorque pela primeira vez em 2012, a convite do pianista Vana Gierig para gravar o seu primeiro CD intitulado “Arraial do Mundo’. Desde o lançamento dessa obra – no Teatro Amazonas – a cantora realiza várias turnês.

Ela morou na França em 2014, onde o trabalho dela foi premiado pelo Portal do Brasil na França, como melhor disco de MPB de Paris, naquele ano. Atualmente, Karine mora na Itália, ou como ela mesma diz: “Vivo numa ponte aérea entre Brasil e Itália”. Em breve, a cantora promete lançar um DVD, que foi gravado com um maestro italiano no Teatro Amazonas.



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.