Publicidade
Entretenimento
PETS

Cachorro com náuseas: mal estar ou sintoma alarmante?

Especialista explica o que fazer e quando é necessário levar o animal para uma consulta veterinária 28/05/2017 às 13:00
Show sickdog
Enjoo pode ser motivado por indigestão simples ou ser um sintoma de que algo está errado com o cachorro
acritica.com Manaus

Quando o cachorro vomita, muitas vezes, os donos não sabem como agir. Além de ser um mecanismo de defesa do organismo, o vômito é importante para avaliar a saúde do animal. De acordo com Ingrid Stein, veterinária da DogHero, ao observar as causas, é possível saber se será necessário levá-lo a uma consulta médica.

Ela explica quais são os principais fatores que levam o pet a ter essa reação, dá dicas de como lidar com a situação e ressalta a importância de ter muita atenção com o cachorro. “Mesmo sendo difícil ver o cãozinho nesse estado, é fundamental compreender o que o leva a vomitar, antes de tomar qualquer atitude”, afirma.

Segundo a especialista, as principais causas de náuseas nos cães são: comer algo que o estômago não aceitou; correr ou brincar após a refeição; ficar muito tempo sem se alimentar (vômito amarelado); mudança de dieta/ração ou de ambiente. Entretanto, se for um fato recorrente ou muito estranho, é preciso descartar doenças e intoxicação.

Por isso, alerta Ingrid, é preciso ficar de olho se o cãozinho vomita repetitivamente por algum motivo aparentemente inofensivo, como comer rápido demais. Essa dica é importante, pois o próprio ato de vomitar pode estimular mais o vômito, já que o estômago fica irritado. Sendo assim, ele talvez não consiga sair desse ciclo vicioso e precise ser medicado.

A veterinária alerta que o tutor do animal deve manter a calma e observar o estado do cachorrinho após ele passar mal. “Se o vômito persistir ou vier acompanhado de outro sintoma como, diarreia, desânimo, febre, sangue no vômito ou nas fezes, tosse ou ele simplesmente não aceitar água ou comida depois de horas, leve-o ao veterinário”, finaliza.

O que pode ser?

- O cachorro pode ter comido algo, como grama, e o estômago não aceitou bem;

- Correr e brincar logo após a refeição pode atrapalhar a digestão;

- Pode ocorrer o vômito se o cão está muito tempo sem se alimentar (amarelado);

- Mudança de ambiente ou de dieta também propiciam a indisposição;

- Diversas doenças, como as infecciosas, intoxicação, verminose, desordens digestivas, neurológicas e metabólicas possuem o vômito como sintoma.

Publicidade
Publicidade