Publicidade
Entretenimento
Vida

Carnaval 2013: Mais de 1.250 profissionais de segurança atuarão no Sambódromo

Ao todo, o contingente de mil policiais, entre civis e militares, 130 bombeiros, 120 agentes de trânsito do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e equipes de profissionais da Secretaria de Estado da Saúde (SUSAM) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atuarão na entrada, saída e na parte interior do Centro de Convenções, nos dias de desfiles 07/02/2013 às 16:26
Show 1
Sambódromo no Desfile das Escolas de Samba de 2005
Laynna Feitoza e Florêncio Mesquita Manaus, AM

A programação do Carnaval 2013 contará com um esquema de segurança reforçado nos seis dias de festejos carnavalescos. Todo o reforço envolverá os desfiles das escolas de samba do grupo de acesso C, do grupo de acesso A e B, as escolas do grupo Especial, e o Carnaboi, eventos que acontecerão no Sambódromo, localizado na Avenida Pedro Teixeira, 2565, bairro Planalto, Zona Centro Oeste. A primeira parte dos eventos contemplados com o esquema começa nesta quinta (07) e irá até sábado (09), e a segunda inicia na próxima segunda (11) e irá até terça (12).

Ao todo, o contingente de mil policiais, entre civis e militares, 130 bombeiros, 120 agentes de trânsito do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e equipes de profissionais da Secretaria de Estado da Saúde (SUSAM) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atuarão na entrada, saída e na parte interior do Centro de Convenções, nos cinco dias de festa, segundo o titular da Secretaria de Cultura do Amazonas (SEC-AM), Robério Braga.

No anúncio oficial do esquema de segurança a ser traçado no Carnaval, que ocorreu às 10h desta quinta (07), o secretário de cultura estava acompanhado do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Antônio Dias, e do subcomandante da Polícia Militar do Amazonas, coronel Moisés Cardoso.

Ainda conforme o secretário, agentes da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab) estarão no Sambódromo para evitar que sejam instaladas barracas de vendas na frente do espaço. A expectativa de público para os desfiles das escolas de samba do grupo Especial é de 200 mil pessoas. Além do esquema de segurança, mudanças no esquema de trânsito também foram divulgadas.

Robério Braga ressaltou o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, que fez mais de 230 vítimas fatais, e afirmou que por conta do fato solicitou o alto reforço do Corpo de Bombeiros nas festividades do Sambódromo. Para facilitar a visualização dos desfiles, serão implantados telões entre as arquibancadas. Foi anunciada também uma revista na entrada do Sambódromo, para evitar que os brincantes entrem no local com objetos cortantes.

De acordo com o coronel Antônio Dias, comandante do Corpo de Bombeiros, o órgão reformulou toda a sinalização do Centro de Convenções, com faixas e painéis luminosos, conforme é previsto em lei. Segundo o coronel, as saídas de emergência e rotas de fuga sempre existiram no local, mas houve a incrementação destas, incluindo as sinalizações no chão e nas paredes, nos lados vertical e horizontal, indicando com maior visibilidade as saídas de incêndio.

Vídeo de orientação

No desfile de Carnaval e no Carnaboi deste ano, será a apresentação de um vídeo institucional nos telões da Passarela do Samba mostrando ao público a localização das saídas de emergência, postos médicos, policiais e outras informações referentes à infraestrutura e atendimento.

As mensagens também serão transmitidas pelo sistema de som no intervalo das apresentações e desfiles. A mesma estrutura será utilizada nas apresentações das agremiações dos grupos de acesso A, B e C (7 e 8), quando se espera um público de até 50 mil espectadores.


Publicidade
Publicidade