Publicidade
Entretenimento
Malhação de casais

Casais que malham juntos fortalecem a relação

Casais falam sobre as vantagens de ter o companheiro(a) ao lado na hora dos exercícios 11/03/2013 às 11:49
Show 1
Fazer exercícios junto ao companheiro(a) ajuda a fortalecer a relação
Luciana Santos ---

Cristina Freire e Wilson Neto começaram a malhar há três anos, por iniciativa dele. O casal  nunca havia frequentado uma academia e juntos foram se adaptando a nova rotina de exercícios físicos, que acontece de segunda a sábado. E a parceria em benefício da saúde e boa forma vai além da academia. Em casa, eles ajudam um ao outro a controlar a alimentação e também a ingerir os suplementos mais adequados ao dia a dia de malhação e conclusão do curso de Medicina. Apesar da parceria, eles não formam um casal dependente. Quando um não pode ir ao treino, o outro vai sozinho numa boa.


“Quando os dois praticam atividade física e possuem o mesmo propósito tudo se torna mais fácil. É  meio complicado para alguém que não pratica exercícios e segue uma dieta entender a rotina de alguém que está habituado a praticar sempre. Tentamos nunca faltar os treinos, que geralmente são de segunda a sexta, os sábados deixamos livres pra treinar algum grupo muscular desejado”, explica Cristina.

Mudança de hábito

O incentivo de estar ao lado do parceiro (a) também é destacado pelos economistas  Kaio Assis e Karen Dib. O casal de namorados tem uma rotina pesada de malhação, com exercícios funcionais na parte da manhã e musculação à noite - de segunda a sexta. Mas quem vê Caio tão dedicado ao treinamento, nem imagina que ele já foi um sedentário. Graças ao gosto de Karen por esportes ele decidiu mudar.

“No início do nosso relacionamento, há dois anos, eu estava afastado da academia. Já a Karen sempre teve uma rotina mais assídua e que, por sua vez, começou a me incentivar a deixar o sedentarismo de lado, criei coragem e fui malhar junto com ela. Antes de começarmos a namorar eu já havia malhado, só que malhava sozinho, sem companhia, o que para mim tornava a academia muito chata, monótona”, lembra Kaio.

Agora um atleta de carteirinha, o economista diz que não imagina a vida do casal sem a academia. “O nosso objetivo com a atividade física não é só questão de visual, é também cuidar e prevenir a saúde. Além de estarmos sempre um ao lado do outro, que para mim é maravilhoso. A única desvantagem é que tem muito gavião olhando e tem que estar sempre de olho pra não chegarem perto”, diz brincando.

Publicidade
Publicidade