Publicidade
Entretenimento
Buzz

Cauã Reymond será protagonista de microssérie baseada em obra de escritor amazonense

Ator fará irmãos gêmeos em “Dois Irmãos”, adaptação do romance do escritor amazonense Milton Hatoum. Além de Reymond, trama terá Juliana Paes no elenco. Obra ganhou em 2001 prêmio Jabuti de Melhor Romance 30/11/2014 às 14:53
Show 1
Ator fará dois papeis em microssérie
RAFAEL SEIXAS Manaus (AM)

A Rede Globo apostou em Cauã Reymond como protagonista de duas minisséries de 2014: “Amores Roubados” e “O Caçador”. A investida continuará na microssérie “Dois Irmãos”, adaptação do romance do escritor amazonense Milton Hatoum, que será protagonizada pelo ator no papel dos gêmeos Yaqub e Omar. A atriz Juliana Paes viverá Zana, a mãe dos gêmeos (personagem de suma importância na trama), em uma das fases. A direção ficou a cargo do experiente Luiz Fernando Carvalho e o roteiro é assinado por Maria Camargo.

A obra ganhou em 2001 o prêmio Jabuti de Melhor Romance. O centro da história são os irmãos e suas relações com a mãe, o pai e a irmã. Moram na mesma casa Domingas, empregada da família, e seu filho. Esse menino narra, trinta anos depois, os dramas que testemunhou calado. Do seu canto, ele vê personagens que se entregam ao incesto, à vingança, à paixão desmesurada, em uma Manaus em transformação.

Milton Hatoum, em entrevista concedida ao caderno BUZZ, disse que aprovou a escolha de Cauã Reymond e Juliana Paes para os papéis principais. Mas, para ele, o grande ganho da minissérie – que já está em fase de pré-produção – é o roteiro de Maria Camargo.

“Acho deslumbrante. A Maria está trabalhando há 11 anos no roteiro, ela adora o livro, queria filmar, mas a Globo comprou os direitos para adaptar. Esse é o primeiro aspecto positivo da futura minissérie. O roteiro tem que ser bom, o cinema depende da qualidade dele. Em setembro, dei uma palestra na Globo sobre as dificuldades de escrever o livro, sobre o momento em que saí de Manaus para São Paulo, falei sobre os personagens, seus conflitos, seus dramas humanos... A minha origem é libanesa, assim como dos personagens centrais, por isso falei da minha infância e juventude. Dialoguei com todos os atores e com a equipe técnica”, disse o escritor, complementando que Cauã Reymond não participou da palestra porque estava viajando.

Aprovação e expectativa

Da direção, o amazonense afirmou que considera Luiz Fernando um dos melhores diretores latino-americanos. “O trabalho que fez em ‘Lavoura Arcaica’ (2001) é esplêndido. Ele fez na TV obras primas, como ‘Os Maias’ (2001) e ‘Hoje é Dia de Maria’ (2005). Acho que hoje ele é um dos grandes cineastas”, opinou o amazonense que acredita na força do projeto.

“Com esse roteiro, figurinistas, assistentes e elenco é muito difícil o projeto dar errado. Tem todo o envolvimento da própria TV Globo que está apostando na série. O trabalho de dramaturgia é excelente, não apenas pelo fato de serem bons atores. O ator tem que ser bem dirigido. A passagem de tempo do romance é bem trabalhada no roteiro, assim como o drama familiar em seus vários momentos. Entra quase meio século da história de Manaus. Época em que tinha muita dignidade urbana, em harmonia com a natureza até essa cidade destruída. Essa cidade foi mal amada por seus prefeitos e administradores desde a década de 1970”, destacou o autor, que provavelmente não acompanhará as gravações em Manaus, devido ao seu volume de trabalho e compromissos.

Laboratório

Juliana Paes já começou a fazer a composição de sua personagem. Em entrevista ao site Glamurama, no dia 10 de novembro, ela contou um pouco deste processo. “Estou na segunda semana de preparação no Projac. É de segunda a sexta, de 14h às 20h! Estamos aprendendo o que era Manaus na época da Belle Époque Tropical. E um pouco da língua árabe, dança do ventre… É um intensivão, mas eu gosto. É o calço, o arcabouço para construir o personagem. Serão dez capítulos corridos, uma minissérie”, disse a atriz.

“Faço a Zana (que depois será vivida por Eliane Giardini), libanesa que vem para o Brasil para tentar a vida. A trama gira em torno da saga dessa família, que vai se degringolando junto com a derrocada de Manaus. A prosperidade, a casa: tudo vai se diluindo”, concluiu.

A minissérie está em fase de pré-produção. A equipe técnica ainda não chegou a Manaus para ver locações. A previsão é que as gravações comecem em dezembro, indo ao ar no segundo semestre de 2015. Em fevereiro, “Dois Irmãos” ganhará uma versão em quadrinhos pela editora Companhia das Letras, conforme adiantou Milton Hatoum.

Publicidade
Publicidade